Cédric: «É muito positivo o Sporting ter voltado a apostar na formação»

Lateral continua a acompanhar o clube leonino

Formado no Sporting, Cédric rumou há vários anos para a Premier League onde atualmenete representa o Arsenal a título de empréstimo. Apesar da distância, o lateral continua a "acompanhar um clube que significa muito" para si, e aplaude o rumo seguido pela atual direção na aposta de jogadores 'made in Alcochete'.

Numa entrevista concedida à Eleven Sports, o defesa abordou a atualidade do clube leonino. "Acho que o Sporting está a tentar encontrar uma plataforma de equilíbrio, o que não é fácil. O Sporting, há uns anos, tinha problemas graves em várias áreas, mas tem tentado dar a volta a isso. Eu vejo agora um Sporting mais unido, que voltou a apostar na formação, o que é muito positivo, porque o Sporting tem uma das melhores formações do mundo e tem de ser um clube formador. Eu recordo-me que, na minha altura, o nosso plano de jogo identificava-se com a equipa sénior, mas, nós, na formação, tínhamos o mesmo sistema de jogo desde as escolinhas até aos juniores e isso facilitava tudo", defende o jogador que lembra a principal meta do clube:

"Ser campeão é um objetivo final, e para isso é preciso superar objetivos intermédios. E ser campeão, tal como um golo, é uma consequência de fazer as coisas certas e bem, é algo que se fizermos o resto bem surge de maneira natural. Eu acredito que com as coisas bem feitas possa ser possível o Sporting ser campeão, mas é algo que não surge do dia para a noite. Demora o seu tempo, em várias áreas, e os resultados não surgem de imediato".

Campeão da Europa há quatro anos em França, o defesa lamenta o adiamente do Eruo, mas também fala dos seus objetivos na Seleção Nacional, e neste ponto não deixou de destacar a importância de Cristiano Ronaldo.

"Claro que é com alguma tristeza que vemos o adiamento do Euro, porque estávamos todos ansiosos para jogar. Mas, vendo pelo lado positivo, vamos ser campeões da Europa durante 5 anos. É um  Europeu em que todos os jogadores portugueses querem estar presentes, e claro que quero estar lá, é um objetivo meu. Vou dar o meu melhor pelo clube para depois jogar pela seleção nacional", assinala internacional português, de 28 anos, que espera uma vez mais contar com o apoio do capitão:

"O Cristiano é um grande, grande jogador, não é por acaso que já ganhou tudo o que ganhou, tanto individual como coletivamente. É alguém que tem uma vida muito bem equilibrada, uma pessoa com uma enorme vontade de vencer, muito ambicioso. E, fora do campo, sobretudo nos estágios longos, é alguém que tenta unir o grupo e partilhar vivências connosco e claro que, vindo dele, todos nós ouvimos e tentamos interiorizar".

Confessando que "tem sido estranho" não treinar diariamente devido à Covid-19, o futebolista ainda falou do seu momento no Arsenal. "O Arsenal é um clube enorme, e tenho ainda uma noção melhor disso estando por dentro. É um clube de que, desde muito cedo, gostei muito, pois acompanhava a Premier League e simpatizava com o Arsenal, até porque houve uma altura em que o clube ganhou praticamente tudo. Estar no clube tem sido muito positivo, os jogadores têm-me tratado muito bem, desde que cheguei têm sido muito porreiros comigo. Londres era uma cidade que eu já conhecia e sinto-me muito bem aqui. O Arteta é um treinador bastante completo. Ainda o estou a conhecer, mas tem mostrado muitas qualidades. Preocupa-se com todas as áreas, tanto na vertente psicológica como tática", concluiu.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.