Claques exigiram demissão de Peseiro

Derrota fez aumentar de tom a contestação e o técnico foi brindado com vários lenços brancos

• Foto: Miguel Barreira

A paciência do ‘tribunal’ de Alvalade para José Peseiro parece estar a esgotar-se e ontem o técnico chegou mesmo a ouvir cânticos a exigir a sua demissão e a ver lenços brancos vindos de vários sectores das bancadas. Apesar dos evidentes sinais que lhe eram dirigidos, após o apito final e consequente derrota com o Estoril, o treinador do Sporting permaneceu no relvado, juntou-se aos seus jogadores no aplauso aos adeptos e foi ele quem encabeçou a equipa à saída de campo para os balneários.

Puxando o filme atrás, os sinais de descontentamento começaram a surgir ainda quando o Sporting estava em vantagem, ainda que direcionados a alguns jogadores - nomeadamente Jefferson, que ao ser substituído foi vaiado. Aos 72’, com o empate dos canarinhos, os ténues assobios deram lugar a cânticos bem audíveis, numa primeira fase para toda a equipa e idênticos aos ouvidos contra o Loures: "Joguem à bola, que a camisola é para suar." Dez minutos depois, agora com a reviravolta, o principal visado passou a ser Peseiro. Durante o quarto de hora seguinte e até depois do fim do jogo, o Topo Sul, ‘casa’ das claques, traçou, em uníssono, o destino do técnico: "Já está na hora de o Peseiro ir embora" e "Peseiro, c*****, pede a demissão". Enquanto isso, no banco, o ribatejano mostrava-se cada vez mais agitado com o desenrolar do jogo, esbracejando inúmeras vezes para os seus jogadores. O nervosismo dentro de campo transpareceu para fora e Alvalade encerrou num clima... assombrado.

Por Alexandre Moita e Ricardo Granada
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.