Coates esforçado com braçadeira

Defesa introduziu o hábito de reunir o grupo numa roda antes de as partidas começarem e, esporadicamente, depois de alguns desafios dos leões

• Foto: Luís Manuel Neves

A renovação de contrato de Sebastián Coates no passado mês de janeiro trouxe, além do aumento da duração do vínculo para 2023, com mais um ano de opção, maior responsabilidade, pois ficou acertado que o central seria o próximo capitão dos leões, mediante a saída de Bruno Fernandes (que viria a ocorrer poucas semanas depois). Assim, o uruguaio, de 29 anos, assumiu a braçadeira e, neste âmbito, tem-se esforçado para manter o grupo unido.

O defesa que joga de leão ao peito desde 2015, introduziu o hábito de reunir o grupo numa roda antes de as partidas começarem e, esporadicamente, depois de alguns desafios dos leões. Coates mantém, também, na linha o grupo sul-americano do balneário verde e branco e é ajudado por Mathieu e Battaglia, os subcapitães, a manter o grupo concentrado, mesmo durante os momentos difíceis que têm ocorrido nas últimas semanas.

Por Luís Mota e Ricardo Granada
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0