Conselho de Disciplina abre processo ao Sporting pelos incidentes no dérbi

Em causa o arremesso de tochas no início da segunda parte com o Benfica

A carregar o vídeo ...
Caos a abrir a 2.ª parte do Sporting-Benfica: tochas no relvado, incêndio junto ao fosso e jogo interrompido

O Conselho de Disciplina da FPF abriu um processo disciplinar ao Sporting pelos incidentes no dérbi com o Benfica, mais concretamente devido ao arremesso de tochas no início da 2.ª parte, que motivou mesmo a interrupção do dérbi durante alguns minutos.

De acordo com o mapa de castigos, o CD aguarda ainda pelo relatório da polícia para concluir o processo, um procedimento normal neste tipo de situações. Ainda assim, o clube leonino ainda não será punido com jogos à porta fechada pois esta situação só poderá acontecer caso o episódio se repita e, ainda assim, essa penalização pode ser evitada através de recurso.

Assim que se iniciou a segunda parte, a baliza onde estava Luís Maximiano foi alvejada por cerca de uma dezena de tochas que ainda foram acompanhadas por potes de fumo. O árbitro Hugo Miguel viu-se obrigado a interromper a partida durante cinco minutos para que os bombeiros tirassem o material pirotécnico e a nuvem de fumo dissipasse. O juiz de campo ainda esteve alguns minutos a falar com o delegado da Liga, sob a atenção do ‘team manager’ dos leões, Beto.

Claques do Sporting 'inundam' relvado de tochas e Max quase fez de bombeiro

22
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.