Detidos começaram a chegar ao Tribunal Criminal do Barreiro

Tribunal irá dar "conhecimento do evoluir das inquirições aos 23 arguidos, com briefings de hora a hora"

Mais de uma dezena dos elementos detidos na terça-feira após os incidentes ocorridos na Academia de Alcochete, com agressões aos futebolistas do Sporting, já chegou ao Tribunal Criminal do Barreiro, onde começam esta quarta-feira a ser ouvidos.

"No total, foram detidos 23 suspeitos, apreendidas cinco viaturas ligeiras, vários artigos relacionados com os crimes e recolhidos depoimentos de 36 pessoas, entre jogadores, equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do clube", informou já hoje a GNR em comunicado.

Antes do início dos interrogatórios, previstos para as 14:00, o juiz de instrução criminal do tribunal do Barreiro comunicou aos jornalistas que o tribunal irá dar "conhecimento do evoluir das inquirições aos 23 arguidos, com 'briefings' de hora a hora".

As inquirições irão decorrer com um reforço do dispositivo à entrada do tribunal, ao qual chegaram cerca de duas dezenas de efetivos da unidade especial de polícia, distribuídos em quatro viaturas.

Durante a tarde de terça-feira, cerca de 50 indivíduos, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia de Alcochete e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal de futebol, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic e membros da equipa técnica.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas