Diretor de segurança da Academia de Alcochete diz que "não houve problema com as imagens"

Ricardo Gonçalves está a ser ouvido na 7.ª sessão do julgamento do ataque à Academia

• Foto: Pedro Ferreira

O antigo coordenador de segurança da Academia de Alcochete explicou esta segunda-feira que "não houve qualquer problema com as imagens" de videovigilância do dia do ataque, mas apenas um problema técnico que impediu, naquele momento, a sua visualização.

Na sétima sessão do julgamento do ataque à academia, com 44 arguidos, entre eles o antigo presidente do clube Bruno de Carvalho, que hoje marca presença na sala de audiências, Ricardo Gonçalves esclareceu que as imagens recolhidas em 15 de maio de 2018, dia da invasão, foram todas recolhidas.

O que aconteceu, explicou, foi que, nesse dia, um problema técnico, originado pela ativação do alarme de incêndio durante a invasão, fez com que houvesse uma "falha de comunicação entre os servidores e a máquina" em que se visualizam as imagens.

"As imagens estavam lá, só não conseguimos visualizar", naquele momento, esclareceu.

Ricardo Gonçalves afirmou que a situação acabaria por ser resolvida com a intervenção de elementos do departamento de informático do Sporting e da GNR, o que levou algum tempo, razão pela qual só às 05:00 de 16 de maio de 2018 é que as imagens chegaram até à investigação.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.