Do ano a viver num hotel ao carro de Coentrão: Palhinha conta histórias imperdíveis

Médio partilhou momentos bem-humorados no 'ADN de Leão'

• Foto: Sporting CP

Depois de Coates, Pote, Neto, Tiago Tomás ou Nuno Santos, também Palhinha foi ao 'ADN de Leão', onde mais uma vez reinou a boa disposição. O médio partilhou várias histórias, desta época e de anos anteriores, e sempre... bem-humoradas.

A começar pelo arranque de 2015/16, quando Palhinha viveu a sua primeira experiência fora do Sporting e na 1ª Liga, então por empréstimo no Moreirense, e ficou um ano a viver... num hotel. "Eu estava convicto nessa decisão de ir, porque sabia que me ia fazer bem. Era a primeira experiência na 1ª Liga, fui dos poucos da equipa B do Sporting a sair para a 1ª Liga. Sabia que me ia ajudar muito. O Moreirense não tem as mesmas condições, número de adeptos ou estruturas que o Sporting tem, mas nunca me faltou nada. Vivia num hotel, nem sequer tinha alugado casa, estava sozinho. Vivi um ano, um hotel caseiro. Perguntaram-me o que preferia, tinha 19 anos, como estava sozinho e não tinha mulher…", lembra, de uma época em que, aos 19 anos, se impôs logo como titular e terminou com 29 jogos realizados.

Depois, já de regresso a Alvalade, a época 2017/18, quando Palhinha partilhou balneário com Fábio Coentrão, e um dia em que o carro do lateral-esquerdo estava particularmente... fumegante. "O Coentrão, quando estava no Sporting, tinha um carrão e vinha todos os dias de Cascais para a Academia de Alcochete. Houve um dia em que veio de lá para cá em 3ª (mudança) e a ouvir a música a um tom elevado. E quando chegou à Academia, antes de irmos para o treino, estava o carro dele a fumegar. Só fumo a sair do capô. E eu perguntei-lhe: ‘Falas do meu carro, e tens este carrão a deitar fumo? É preciso chamar os Bombeiros de Alcochete?’. É tipo o Tabata, estamos sempre às turras", partilhou.

Puxando a cassete à temporada atual, e numa altura em que o episódio foi gravado ainda antes dos recentes jogos da Seleção Nacional, o médio contou a forma como soube da convocatória de Fernando Santos. "Soube da notícia através do nosso adjunto, o Carlos (Fernandes). Quando o treino acabou, estava a ir para o balneário e ele disse-me: ‘Vais ter uma surpresa’. E eu: ‘Estás a falar a sério?’. Tinha a esperança que fosse possível, mas não me estava a querer mentalizar. Obviamente que acho justo por tudo o que tenho vindo a atingir e tudo o que passei, porque às vezes as pessoas não têm noção do que é preciso lutar para conseguir uma chamada à (Seleção) A. Estou super alegre, a minha família também reagiu de forma super orgulhosa", rematou.

Por Record
19
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Sao Caetano - Gremio Novorizontino5.263.371.51 Universidad Cesar Vallejo - Mannucci1.792.963.92 Club América - Olimpia1.214.69.15 Philadelphia Union - Deportivo Saprissa1.353.926.52 Pérez Zeledón - Grecia2.232.76 Venados - Atlante2.852.582.43 San Martin de San Juan - Racing Club4.853.361.55 Atlético Nacional - Club Libertad1.683.363.91 Palmeiras - Defensa y Justicia1.813.244.21 Goiás - Aparecidense2.122.883.01
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.