Douglas: «Não conseguia brincar com as minhas filhas ou abraçar a minha mulher»

Central brasileiro deixou o Sporting em desgraça e entrou numa depressão

Caído em desgraça depois de acusar o consumo de um diurético, Douglas diz que o Sporting nunca o apoiou ao longo do processo e que caiu numa depressão. O central brasileiro, com quem o clube leonino rescindiu em julho deste ano, confessa numa entrevista ao site 'Goal' que se sentiu abandonado por todos. 

Douglas confessou ter tomado o diurético, mas garante que não foi para esconder qualquer tipo de substância dopante. "Muitos colocam em xeque o uso do diurético, dizem que geralmente é para mascarar algum outro tipo de medicamento ou droga. Nunca, nunca... Além disso, nem sequer estava a jogar naquela altura. Sempre fui um homem forte, nunca precisei tomar nada para ganhar força, nem mesmo suplementos alimentares. Nunca tomei nada, nunca usei drogas. A minha carreira sempre foi limpa. O próprio relatório do doping mostra exatamente o que eu tomei e foi o diurético mesmo. Infelizmente, muitos pensam no pior quando ouvem a palavra 'doping' e rapidamente começam a fazer julgamentos..."

Aparentemente o Sporting terá sido um deles... "Só sei que depois do doping o clube suspendeu o meu salário, tinha o direito de o fazer. Era justo. Como é que vão pagar salário a um atleta que não pode jogar?", questiona, explicando, depois, por que fez questão de vir publicamente assumir o caso. "Foi um erro meu, precisava o assumir. Infelizmente muitos pensam no pior quando ouvem a palavra 'doping', acham que é uso de drogas, etc, então resolvi eu mesmo anunciar, quis acabar com qualquer dúvida e também aproveitar a oportunidade para pedir desculpas ao clube, aos adeptos, às pessoas que gostam de mim. Como ser humano, como pai de família, não podia prejudicar ainda mais o Sporting. Preferi assumir a culpa sozinho, arcar com todas as consequências." 

Mas Douglas lembra não foi fácil lidar com tudo sozinho. "Acordo um dia e recebo uma mensagem a dizer que estava fora dos planos do Sporting. Uma mensagem! Volto para Portugal, começo então a treinar afastado do grupo, sempre em horários diferentes e confusos, sem programação, sem ter contacto com praticamente ninguém... Eu tinha 28 anos, tinha superado muitos obstáculos na carreira, nunca fui de reclamar de nada, mas é preciso passar por todo esse desrespeito? Foi duro, muito duro. O tempo foi passando, fui desanimando... Admito, sim, que faltei a alguns treinos. Faltava porque estava triste, porque não tinha motivação. Chegava a casa e ficava indignado com o que estava a acontecer. Depois, em novembro [de 2017], passei a treinar com a equipa B. Na verdade, isso até animou-me um pouco, porque passei a conviver em grupo, passei a ter com quem conversar no balneário... Mas, infelizmente, no início do ano [2018] veio a notícia do doping. O doping quebrou-me."

Veio, então a depressão: "Fiquei muito tempo trancado em casa, muito chateado, passei a fazer coisas que não fazia... Sinceramente, não sei explicar o que é a depressão. Sei apenas que eu não estava a ser o verdadeiro Douglas. Infelizmente, até hoje ainda não voltei a ser o mesmo Douglas. Acho que só vou melhorar quando encontrar um novo clube, quando voltar a treinar... A minha alegria, a minha disposição, a vontade de abraçar e beijar a minha mulher e as minhas filhas ou até mesmo dizer 'bom dia', tudo isso perdi. Sinto que estou um bocadinho melhor, mas ainda falta algo. Espero dar a volta por cima em breve."

A espiral depressiva agudizou-se: "Sentia muito desânimo, estava sem motivação para nada, engordei, passava o dia todo deitado, dormia muito, não conseguia brincar com as minhas filhas, não conseguia nem abraçar a minha esposa", recorda. "O que posso dizer é que fiquei mesmo muito desanimado. É difícil falar em fraqueza, é difícil julgar o próximo, mas tudo o que aconteceu comigo foi muito forte. Tiraram-me o futebol, tocaram no meu ponto fraco. O meu dia a dia sempre foi a bola, sou apaixonado pelo futebol."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.