A Juventude Leonina vai organizar eleições antecipadas. A iniciativa partiu do próprio Mustafa, que viu a sua proposta pela Mesa da Assembleia Geral da claque. O anúncio foi feito a partir de um comunicado lido pelo chefe da Juve Leo e por uma outra representante do grupo, e que foi transmitido através d um vídeo no Youtube.

"Nos últimos dias, quer a Juventude Leonina quer o presidente da direção [Mustafa] têm sido alvos de um ataque público que visa denegrir a nossa imagem, com o intuito de tomar de assalto esta associação, usando, para o efeito, a calúnia, difamação e a forma mais baixa de nos atacar a todo o custo, para atingir interesses que em nada têm a ver com o espírito da Juve Leo. A Juve Leo tem 42 anos de história e mais de 7000 associados. Merece dedicação, seriedade e respeito pela vontade dos sócios. A Juve Leo tem os seus órgaos democraticamente eleitos e nunca fez distinção entre raças, credos, religiões ou convicções politicas. O presidente orgulha-se de estar rodeado de pessoas que se dedicam a esta causa com todo o fervor, com toda a sua paixao e com todas as suas forças para elevarem o nome da JV ao mais alto nível, honrando a claque mais antiga de Portugal", defende a claque.

"Sabemos que passamos por momentos difíceis e que nos afetam a todos, mas, como sempre, somos um grupo unido e sabemos separar as coisas. Não permitimos que coloquem em causa os valores que conquistámos ao longo dos anos para esta claque ser hoje uma verdadeira casa onde todos os sócios possam conviver em harmonia como uma verdadeira familia. A nossa curva é um orgulho e é a resposta a quem põe em causa o nosso apoio infindável ao Sporting Clube de Portugal. São os sócios que devem livremente escolher as pessoas com o carisma necessário para liderarem o futuro da Juve Leo. Futuro esse que deve ser elevação, união e compromisso para que nunca deixe de haver a força e o orgulho daquilo que somos hoje", prossegue.

"Por isso, porque não sou de falsos moralismos nem aceitar que através de mim, ponham em causa a nossa união e o nome da JL. Decidi transmitir à minha direção e apresentamos à MAG uma proposta, aceite pela mesma, para que de imediato sejam convocadas eleições antecipadas e permitir aos sócios que exerçam a sua vontade na direção dos destinos da Juve Leo", referiu Mustafa.

Lido o comunicado, o chefe da claque fez ainda uma curta declaração. "As eleições faço porque eu quero, que não sou obrigado a fazer. Como sabem, temos mais dois anos de mandato, mas de consciência tranquila vou a eleições. Apelo aos sócios que venham votar. Nisto tudo, o que está para trás, está para trás. Um dia Juve Leo, Juve Leo até morrer", frisou.