Em "curto-circuito" e "tom vingativo": psicólogos analisam o livro de Bruno de Carvalho

Joana Amaral Dias e Paulo Sargento fazem a análise da obra 'Sem Filtro' sobre os anos da presidência em Alvalade

• Foto: Carlos Barroso / Cofina Media

Joana Amaral Dias, psicóloga, cronista Record e comentadora da CMTV, e Paulo Sargento, neuropsicólogo, leram 'Sem filtro - As histórias dos bastidores da minha presidência', de Bruno de Carvalho e analisam o autor através das suas próprias palavras no Correio da Manhã este domingo.

"O que logo se destaca neste volume assinado por Bruno de Carvalho é, de facto, o nome: ‘Sem Filtro’. Será que tantos meses volvidos e num documento escrito (que, ao contrário da oralidade, possibilita reflexão ou distensão), o ex-presidente desse grande clube que é o Sporting ainda não entendeu que um dos seus maiores problemas foi, precisamente, não ter filtro, dizer e fazer demais, ser impulsivo, precipitado, funcionar em curto-circuito?! Mau. É um péssimo sinal", diz Joana Amaral Dias.

55
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0