Record

Equipamento principal mantém emblema antigo

PLANEAMENTO DA REEBOK PROVOCA DESFASAMENTO

OS ADEPTOS e associados do Sporting vão ter de aguardar mais algum tempo para ver qual o efeito que o novo emblema produz nos equipamentos tradicional e secundário do clube de Alvalade.

A explicação é simples. Quando o novo símbolo foi aprovado e apresentado, no início da pré-época, já a Reebok iniciara a produção das camisolas e dos calções que a equipa vai utilizar nas primeiras jornadas do campeonato da I Liga.

Como o planeamento da fábrica, em Inglaterra, não muda de uma semana para a outra, os responsáveis do clube de Alvalade vão ter de aguardar que termine o actual ciclo de produção, para que, então, comecem a chegar a Lisboa as camisolas com os novos emblemas.

Na Sporting, Comércio e Serviços, empresa responsável por esta área, ninguém quer avançar com um data definitiva para que tal suceda, embora haja quem admita que a alteração só ocorrerá lá para o mês de Dezembro.

Se houver, todavia, quem faça questão de adquirir uma camisola e uns calções com o novo símbolo leonino, existe a possibilidade de comprar o equipamento “Stromp”, cujo ciclo de produção é diferente e no qual ainda foi possível colocar o novo emblema.

Refira-se que nem só os equipamentos foram “vítima” deste desfasamento entre a aprovação do novo símbolo e os “timings” da Reebok. Toda a linha de produtos, da qual fazem parte blusões, bolas, caneleiras, gorros e sacos de viagem, está equipada com o anterior emblema.

A sua substituição deverá acontecer progressivamente, à imagem do que sucederá com os equipamentos, até que o antigo símbolo desapareça em definitivo.
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas