Fase de instrução do ataque à Academia adiada

Advogados de defesa pediram o afastamento do juiz de instrução

• Foto: Pedro Catarino

O juiz Carlos Delca adiou esta segunda-feira pela segunda vez o início da fase de instrução do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete, em 15 de maio de 2018, prevista começar esta segunda-feira, no Campus da Justiça, em Lisboa.

O adiamento deveu-se à apresentação de um novo pedido de afastamento do processo deste juiz de instrução criminal (JIC), que foi entregue por Nuno Areias, advogado que representa Tiago Filipe Neves. O argumento apresentado deveu-se ao pedido da extrema complexidade do processo feito pelo juiz, o qual não foi notificado a todos os arguidos.

Antes, o Tribunal da Relação de Lisboa já indeferiu dois incidentes de recusa do JIC, que levaram a um primeiro adiamento da fase instrutória.

A instrução, fase facultativa em que o JIC vai decidir se o processo segue e em que moldes para julgamento, foi requerida por mais de uma dezena de arguidos, entre os quais o ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho e o antigo oficial de ligação aos adeptos do clube Bruno Jacinto. De notar que esta fase terá de estar concluída até setembro para os primeiros arguidos.

O processo pertence ao Tribunal de Instrução Criminal do Barreiro, mas, por razões de logística e de instalações, a fase de instrução vai decorrer na nova sala do edifício A do Campus da Justiça, no Parque das Nações, em Lisboa.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.