«Foram muito bons os 15 dias em que Bruno de Carvalho e Marta Soares estiveram em silêncio»

Daniel Sampaio considera também que o 'post' do presidente foi um erro, mas deu resultado

Daniel Sampaio com Bruno de Carvalho
• Foto: Pedro Ferreira

Daniel Sampaio considera que o 'post' de Bruno de Carvalho, após o jogo com o Atlético de Madrid, que despoletou uma crise no Sporting, foi um erro, mas coloca a hipóteses de a mensagem "tivesse a função de espicaçar um pouco" os jogadores.

"Não foi feito da melhor forma, não foi correto, mas teve um resultado porque a equipa nunca mais perdeu. Aquele 'post' devia ter-se evitado, devia ter havido uma conversa com os jogadores, mas o resultado não foi mau", afirmou Daniel Sampaio em entrevista ao 'DN', considerando que o abandono das redes sociais por parte de Bruno de Carvalho foi uma excelente decisão. "Espero que não haja mais página de Facebook, que os jogadores comuniquem diretamente com o presidente e vice-versa", diz.

O antigo vice-presidente a Assembleia geral dos leões e mandatário da candidatura de Bruno de Carvalho nas últimas eleições afirma ainda que "a queda de Bruno de Carvalho foi manifestamente exagerada" e que "foi um erro" Jaime Marta Soares "ter posto a hipótese de demissão do presidente do conselho diretivo", defendendo "a continuidade de Bruno de Carvalho até final do mandato".

Para Daniel Sampaio, "Bruno de Carvalho devia reconhecer junto de Marta Soares o erro do Facebook e Marta Soares devia reconhecer o erro do pedido de demissão", no entanto, considera que o silêncio que se seguiu foi a melhor forma de acalmar a situação: "a seguir houve um silêncio. Que foi bom, foi de ouro. Foram muito bons este 15 dias em que Bruno de Carvalho e Marta Soares estiveram em silêncio."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.