Frederico Varandas faz balanço do mercado e explica reforços do último dia de defeso

Presidente leonino revelou ainda quais os jogadores pelos quais o Sporting tem opção de compra

• Foto: Filipe Farinha

Em entrevista à Sporting TV, Frederico Varandas fez um balanço positivo do recente mercado de transferências e explicou por que razão foram feitas as vendas no último dia de defeso e também as perspetivas quanto aos reforços.

"É muito positivo. O Sporting consegue encaixar 60 milhões de euros, perdendo apenas um titular indiscutível e mantendo o melhor médio da Europa. E termo-nos feito livre de um astro de jogadores livres que compunham 25% do orçamento", começou por dizer o líder leonino.

Os reforços

Bolasie: "O Sporting tinha feito antes do inicio de julho cinco contratações cirúrgicas para darem estabilidade e opções. Teríamos de deixar para frente as outras contratações tendo em vista quem saísse. Optámos por vender o Raphinha e a chegada de três jogadores que não vieram nos jornais, mas que estavam numa lista do nosso scouting. O Bolasie é um jogador feito, preparado, maduro. Não nos podemos esquecer que o nosso plantel é muito jovem e precisamos de maturidade. É por isso que que temos um jogador com 130 jogos de Premier League, que no ano passado no Anderlecht fez 38 jogos, marcando 8 golos e fazendo 8 assistências. É um jogador preparado e maduro habituado a campeonatos de alta intensidade."

Jesé: "é um avançado que está identificado há muito tempo e, finalmente, encontra-se comprometido com a sua profissão. Se eu gostaria de ter um Jesé de há 3 anos? Não e disse isso ao jogador. Atravessámo-nos pelo jogador porque vimos o que se passou no último ano como pedi informações a pessoas que partilham o seu balneário, que trabalham com ele diariamente e sei como está a sua vida dentro e fora de campo"

Fernando: "Por fim veio o Fernando, um extremo que foi considerado a revelação do campeonato brasileiro, foi comprado pelo Shakthar e tivemos a possibilidade de ter o seu empréstimo por um ano. Dois extremos e um avançado."

Há opção de compra?

"Existe em alguns e nos que não há existe campo aberto para uma negociação. Bolasie está ao alcance do Sporting, Fernando e Jesé não. O Jesé tem um vencimento incomportável para o futebol português e o Sporting vai comparticipar um terço do seu salário. Foi outra coisa que negociámos com tempo. A questão dos empréstimos tem duas respostas e a primeira é simples, não podemos comprar e viver acima das suas expectativas."

Podem render Bas Dost

"Para os cientistas do futebol Jesé é um avançado centro e por ser um avançado centro não digo que seja igual a Bas Dost e Luiz Phellype, e por não ser igual igual é que vem. Eu não queria um jogador igual a Luiz Phellype, mais estático e de área. O Jesé é um avançado centro mais móvel que nos dá outras garantias e outra forma de jogar. O Vietto na sua melhor época, espero que seja a sua segunda melhor pois a melhor será esta, foi no Villarreal a jogar a avançado centro. O Sporting está bem servido e estes jogadores foram escolhidos com critério. Nenhum jogador entrou aqui por pedido de nenhum empresário"

Por Fábio Lima,Sérgio Magalhães e João Soares Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.