Futuro de Jorge Jesus não depende da Champions

Salvo 'desastre', como derrota na final da Taça, situação do técnico já não suscitará dúvidas

• Foto: Luís Manuel Neves

"O treinador está sempre dependente de muita coisa e numa semana tudo muda. Temos de olhar para o dia-a-dia, jogo a jogo. É assim que pauto a minha carreira e vou continuar a fazê-lo". As palavras de Jorge Jesus antes do dérbi deixaram um ponto de interrogação sobre o futuro do técnico, a despeito de o amadorense ter contrato por mais uma época.

Segundo Record apurou, no entanto, neste momento não existem dúvidas quanto à situação do treinador: a menos que 2017/18 termine com uma hecatombe, ou seja, com a derrota na final da Taça de Portugal, frente a Aves, no dia 20, Jorge Jesus continuará no comando dos leões na próxima temporada. Uma eventual renovação ficará, depois, em análise, por todas as partes, em função dos resultados e no momento considerado oportuno. Apesar dos imponderáveis que o próprio Jesus apontou, a verdade é que a continuidade, nesta altura, já só parece dependente do objetivo do Jamor.

O nulo com o Benfica colocou, ainda, os leões em posição privilegiada para assegurarem o 2º lugar da Liga e consequente tentativa de acesso à Champions, mas o facto é que este ponto, por maior importância que tenha – e tem – em termos financeiros, não é visto como decisivo para a ponderação do futuro de Jesus ou com força suficiente para fazer a SAD mudar de ideias quanto à sua manutenção.

Por um lado, porque o vice-campeonato por si só não dá entrada direta na Champions (será preciso, em agosto, jogar duas eliminatórias); por outro, porque a estrutura de futebol já tem, até, um plano de contingência para a eventualidade de o desfecho da última jornada, contra o Marítimo, não ser o esperado. Sem os milhões da UEFA, o recurso a uma venda adicional no mercado de transferências ajudará a equilibrar as contas e a reinvestir no plantel, em caso de necessidade. Certo é que um contratempo na Madeira não afetará a avaliação de Jesus.

Vai liderar viagem à China

Tal como o nosso jornal avançou, Jorge Jesus vai liderar a comitiva que irá fazer uma digressão à China no final da época, entre os dias 21 e 31 deste mês. Sob a liderança de Bruno de Carvalho, os leões vão estar em Macau e, ainda que não esteja totalmente fechado, em Xangai e também em Pequim.

Esta viagem surge no âmbito da comemoração dos 40 anos da primeira ida de um clube europeu a este país asiático. Refira-se que, do grupo que o Sporting irá levar à China, deverão fazer parte jogadores do plantel principal, elementos que estiveram emprestados esta época e alguns jovens que vão integrar a equipa de sub-23, como é o caso de Marco Túlio.

Por Vítor Almeida Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.