Futuros clubes podem ser metidos ‘ao barulho’

Em caso de saídas por rescisão

Rui Patrício tem sido apontado ao Nápoles
• Foto: Filipe Farinha

Mal o jogador formalize a intenção de rescindir, considera-se desvinculado. Porém, se assinar por um outro clube, esse emblema pode suportar um encargo financeiro, caso seja dada razão ao anterior empregador, neste caso o Sporting. Soraia Quarenta, vogal da Associação Portuguesa de Direito Desportivo, remete, a Record, ao Artigo 26.º da Lei 54/2017 do regime jurídico do contrato de trabalho do praticante desportivo. "Caso não haja justa causa e o atleta já tenha outro clube, presume-se que essa nova entidade aliciou o atleta para tomar essa posição. Se não for provado que esse clube nada teve a ver com a rescisão, então a indemnização devida à anterior entidade terá de ser dividida pelo jogador e pelo novo clube."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0