O presidente executivo do Lloyds, António Horta Osório, exigiu hoje em Lisboa que as responsabilidades pelos incidentes violentos que ocorreram na Academia do Sporting na terça-feira seja apuradas rapidamente.

"Eu vejo isto com muita preocupação e com muita pena. Isto é vergonhoso e só espero que as responsabilidades sejam apuradas rapidamente e que haja as devidas consequências para ficar absolutamente claro que este tipo de comportamentos não reflete a maioria dos sportinguistas, nem a maioria dos portugueses", afirmou Horta Osório.

O presidente do Conselho de Administração do Lloyds Bank falava aos jornalistas à margem da conferência 'Perspetivas Económicas para Portugal e Zona Euro - Desafios do Brexit' que decorreu em Lisboa, mas que foi fechada à comunicação social.

Para Horta Osório, simpatizante do Sporting, os acontecimentos violentos em Alcochete são lamentáveis e inaceitáveis.

"Estes comportamentos de violência devem ser absolutamente banidos e devem ter as devidas consequências para ficar claro que não devem acontecer e devem apurar-se responsabilidades rapidamente", insistiu.

Autor: Lusa