Jesus: «Greve dos árbitros? Só não pode haver jogos sem jogadores»

Diz que a medida não prejudica e até concorda se for para beneficiar o futebol

• Foto: Miguel Barreira

Questionado sobre a greve dos árbitros, Jorge Jesus disse esta quinta-feira concordar com todas as medidas que sejam para beneficiar o futebol, embora tenha deixado escapar dúvidas sobre o timing da decisão.

"Esta medida dos árbitros é mais uma medida política em termos desportivos. Eles sabem as suas razões. Não sei se é no timing certo, já ouvi vários árbitros a dizer que não concordavam, mas eu não tenho conhecimento para ter uma opinião concreta. Se eles tomaram essa decisão, o que é importante é que o futebol seja beneficiado. Tudo o que seja para beneficiar o futebol e os árbitros, estou 100 por cento de acordo. Não nos prejudica nada. Só não pode haver jogos sem jogadores, o resto não vai modificar nada", comentou em conferência de imprensa.

O técnico do Sporting falou também da nomeação de Jorge Sousa para o encontro dos leões em Vila do Conde, elogiando o árbitro portuense: "Quando era treinador do Sp. Braga tive uma opinião em relação a ele: achava que ia ser um grande árbitro e está a confirmar isso. Agora, é natural que nalguns jogos não tenha estado tão bem e, quando não está, eu foco essas situações. Mas não deixa de ser um grande árbitro e acredito plenamente nele. Queremos é que os bons árbitros portugueses estejam sempre a arbitrar".

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0