Jorge Jesus: «Não podemos sofrer golos destes»

Sublinha trabalho da equipa mas aponta desatenção no 2-1

A carregar o vídeo ...
Jesus: «Quis proteger o Fábio e acredito no Jonas»

Jorge Jesus lamentou a derrota desta quarta-feira em Itália, dizendo que o Sporting "não pode sofrer" golos como o do 2-1.

"Mais uma vez o Sporting demonstrou contra as grandes equipas do Mundo que sabe jogar, sabe impor-se e sabe ter uma organização defensiva superior. Hoje fomos batidos com uma execução fantástica do Pjanic e o segundo golo numa situação controlada, em que deixámos o Mandzukic, que com o seu poder físico, entrou em cima do Jonatan, num período onde estávamos melhor fisicamente do que a Juventus, que já estava a dar sinais de fadiga. Quando tínhamos supostamente as coisas mais controladas, acabámos por levar um golo com a equipa toda bem posicionada na área. Não podemos sofrer golos destes. O Sporting faz um grande jogo com o Barcelona e perde com um autogolo. Hoje volta a fazer um grande jogo e perde numa situação controlada. São pontos… Hoje era um ponto importante, com a vantagem de irmos para Lisboa com essa possibilidade de ficarmos à frente da Juve", explicou o treinador à Sport TV.

O técnico disse depois que a entrada de Palhinha não teve nada a ver com o golo sofrido já perto do final: "O Palhinha entrou quando faltavam 18 minutos e o Sporting sofreu o golo passado 15, não foi logo a seguir. O Palhinha fez aquilo que lhe mandei fazer - e bem. O importante era ele parar o jogo do Dybala. Estancámos de certa forma aquele triângulo do meio-campo. O Matuidi estava mais fresco e senti que era preciso parar o corredor central, e conseguimos. O golo não tem nada a ver como Palhinha nem com o Dybala. A única vez que o Mandzukic trocou de posição, acabou por fazer o golo".

Por fim, o treinador reiterou o oportunismo de Mandzukic no lance do 2-1 e prometeu jogar para ganhar no jogo de Lisboa: "Estas equipas também são melhores porque nestes momentos têm o ‘feeling’ da qualidade do jogador individualmente. Saber colocar-se e esperar pelo momento de finalizar, foi isso que fez o Mandzukic. Tínhamos a convicção que ganhando ou empatando estávamos mais próximos de passar. Ainda não estamos de fora, porque o jogo de Lisboa terá muito a ver com o jogo Barcelona-Juventus, porque temos todas as condições para ganhar à Juventus. O Sporting, mais uma vez, demonstrou ao Mundo que não foi uma equipa inferior à Juventus".

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.