Jesus revive época 2010/11

Com duas derrotas seguidas na Liga

• Foto: Miguel Barreira

É preciso recuar até 2010/11 para estabelecer um paralelo com as duas derrotas consecutivas de Jorge Jesus para o campeonato, registadas pelo Sporting contra Benfica e Sp. Braga. Essa foi a última vez que o atual treinador dos leões – que na altura cumpria a segunda época como treinador dos encarnados – foi derrotado duas vezes seguidas. Os momentos da época em que isso aconteceu são completamente distintos.

A primeira vez teve lugar logo no começo do campeonato, na primeira e segunda jornadas, quando o Benfica de Jesus perdeu com a Académica e depois frente ao Nacional, pelo mesmo resultado de 2-1. Na altura, o técnico viveu uma experiência em muito idêntica a esta no Sporting, uma vez que ficou a 6 pontos do primeiro lugar, que era ocupado tanto por FC Porto como por Nacional, com duas vitórias cada.

A outra ocasião em que o ‘seu’ Benfica perdeu consecutivamente para a Liga aconteceu mais à frente, na 25ª e 26ª rondas, quando o FC Porto venceu na Luz e depois, na Figueira, não resistiu à Naval, perdendo por 2-1.

Reagir sempre com vitória

E o que aconteceu depois desses dois momentos em que Jesus perdeu consecutivamente para o campeonato? Bom, a história diz-nos que esse Benfica de Jesus reagiu sempre com uma vitória, ou seja, superou esse mau momento que atravessava. Depois de perder com Académica e Naval, a equipa de Jesus ganhou ao V. Setúbal, por 3-0; no seguimento das derrotas com FC Porto e Naval conseguiu vencer o Beira-Mar, por 2-1. Agora, o Sporting joga com o Belenenses, numa jornada que também servirá para clarificar se a regra se confirma ou se haverá uma primeira exceção.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0