Jesus usou 14 combinações diferentes na defesa

Sete só desde a 20.ª ronda

Zeegelaar em afirmação
• Foto: Paulo Calado

Mudar muito pode ter custos elevados. Mas há casos em que não mudar pode ser pior. O Sporting de Jorge Jesus parece encaixar mais nesta segunda versão. Limitado por castigos e lesões, o treinador foi obrigado a alterar com frequência o quarteto defensivo titular. E até durante os jogos teve de improvisar soluções como Esgaio a lateral-esquerdo ou William Carvalho a central.

No meio deste processo, Rui Patrício tem-se mantido como a grande referência do sector recuado, sem oscilações de rendimento, a despeito das numerosas mexidas. Só no campeonato, até ao momento, Jesus recorreu a 14 combinações diferentes na defesa: sete nas primeiras 19 jornadas e mais sete contando a partir da 20ª ronda (na fase de maior transformação). João Pereira, Paulo Oliveira, Naldo e Jefferson compõem, ainda, o quarteto mais utilizado (nove jogos). Schelotto, Coates, Rúben Semedo e Zeegelaar iniciaram duas partidas mas estão em afirmação e a ganhar espaço. *

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.