Jorge Jesus: «Não há desculpas»

Treinador do Sporting confiante em ultrapassar mau momento

A carregar o vídeo ...
Jorge Jesus sente a equipa preparada

Na antevisão ao jogo com o Nacional, marcado para esta sexta-feira, na Choupana, Jorge Jesus mostra-se tranquilo perante os maus resultados recentes e não dramatiza o facto de o Sporting ter perdido 7 pontos em 8 jornadas, o que deixou os leões com menor margem de erro na Liga.

"Sabemos as razões para termos perdido esses pontos. Trabalhamos para melhorar essa realidade. Não há desculpas. O único objetivo é melhorar aquilo que vimos que fazendo menos bem. Temos de melhorar para o futuro. Estamos na oitava jornada. Está tudo em aberto para as equipas em termos de objetivos e para o Sporting também", disse o treinador, no Auditório Artur Agostinho, em Alvalade.

A expressão "nã há desculpas" voltou ao discurso de Jesus em mais momentos da conferência de imprensa, desde logo quando o técnico foi questionado sobre se este será o momento mais complicado para si a nível de resultados desde que está no Sporting. 

"Está a colocar todas as competições, Champions incluída, mas nós estamos a falar do campeonato. Nas oito jornadas perdemos alguns pontos. Temos várias razões que identificamos como erros e temos de melhorar. Não é difícil. É uma questão de tempo. Não vou explicar aqui, mas sim aos meus jogadores. A minha preocupação é não ter ganho o último jogo. Desde que chegamos que os nossos adeptos estão habituados às vitórias. Neste último jogo, não há desculpas. Nos últimos meses acumulámos vitórias e grandes exibições. Queremos continuar a habituá-los a isso. O meu trabalho é esse, para melhorar", destacou JJ.

O amadorense, de 62 anos, não atribui o período menos positivo a questões de concentração ou atitude. E acrescenta que parte do problema tem a ver com o facto de ainda ter pouco tempo de trabalho com os reforços. Não que isso sirva de desculpa, porém.

"Não tem nada a ver com concentração e atitude. Tem a ver com tempo. As razões estão identificadas. Não há desculpas para nada. Se colocarem o vosso chip a trabalhar é fácil. Aquilo que eu tenho de fazer é dar trabalho aos jogadores que chegaram em Setembro, dar-lhes mais qualidade de treino. Não há desculpas. Tenho é de arranjar tempo e trabalho para estarem ao nível daquilo que sabem fazer. Não tem havido tempo. Há jogadores que nem um mês têm comigo e algum desse tempo estiverem nas seleções", recorda.
 
O 'cinismo' não é necessariamente a resposta para voltar ao bom caminho.

"Temos de fazer o que fizemos no ano passado, trabalhar em cima daquilo que já projetei, entender as razões porque na época passada estávamos na frente e agora não. É um processo de trabalho."

Por Alexandre Carvalho
32
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Albirex Niigata - V-Varen Nagasaki2.93.152.32 Sutherland Sharks Fc - Marconi Stallions3.43.851.87 Jubilo Iwata - Machida Zelvia1.792.953.96 Omiya Ardija - Ventforet Kofu2.142.83.08 Giravanz Kitakyushu - Mito2.573.072.3 Tokushima Vortis - Vissel Kobe2.93.242.24 Vegalta Sendai - Kawasaki Frontale5.54.41.45 Shimizu S-Pulse - Avispa Fukuoka1.873.383.71 FC Tokyo - Cerezo Osaka2.23.13.11 Jeju United - Jeonbuk Hyundai Motors2.92.992.12
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.