José Eduardo manifestou a sua opinião sobre a confusão que afeta o Sporting neste momento, admitindo que não pode apoiar esta direção.

"É muito difícil o atual modelo manter-se. Passa em primeiro lugar por o presidente aceitar a demissão. Pode não querer. Face aos indícios, não mantenho o apoio a Bruno de Carvalho. Não estou arrependido, não me enganei nos primeiros tempos. Mas nós, sportinguistas, não vamos ficar calados, como os benfiquistas, fazendo de conta que nada aconteceu. É uma rutura, um desgosto, um soco no estômago", referiu.