Lição de saber estar

Apesar da afluência recorde às urnas, eleição em Alvalade decorreu sem incidentes de maior

• Foto: Pedro Simões

Após várias semanas de campanha marcadas por fortes ‘ataques’ entre Bruno de Carvalho e Pedro Madeira Rodrigues, até seria expectável a existência de alguma tensão durante o dia de todas as decisões. Nada mais errado. Apesar da extensa fila de sócios que pretendiam exercer o seu direito ao voto, e tal como Record testemunhou ao longo do dia, a enorme onda verde foi avançando de forma ordeira e sem quaisquer incidentes de maior a registar.

De resto, ambos os candidatos à presidência fizeram parte deste cordão humano, ainda que com posturas bem diferentes - Pedro Madeira Rodrigues teve uma passagem rápida e discreta em Alvalade, enquanto Bruno de Carvalho demorou mais de uma hora na fila, entre autógrafos e pedidos de fotos. Ao meio-dia, altura da primeira atualização de votantes, Jaime Marta Soares deixou claro que o processo estava a decorrer "de forma ordeira e sem reclamações". Um cenário cordial, que voltou a verificar-se ao final do dia, altura em que vários membros das três listas a sufrágio jantaram em convívio no estádio. Após o anúncio de Bruno de Carvalho como o grande vencedor das eleições, a Praça Centenário esteve em clima de festa, com muitos sportinguistas a celebrarem a recondução de BdC à presidência do clube.

Discórdia a fechar

Já perto do encerramento das urnas, formou-se um ligeiro alarido nas imediações do Hall Vip, dado que um sócio insurgiu-se contra Marta Soares, afirmando ter as quotas em dia. No final, saiu de Alvalade sem votar.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.