Mathieu lembra lesão: «Fui chorar para o balneário porque percebi que tudo tinha terminado»

Central francês recorda problema físico que precipitou final de carreira

• Foto: Sporting CP

Jérémy Mathieu recorda com amargura o momento em que percebeu que a sua carreira tinha chegado ao fim. Uma entorse traumática no joelho esquerdo, durante um treino, no final de junho, provocou-lhe uma rotura do ligamento colateral medial que precipitou a decisão de abandonar os relvados.

"Fiquei muito triste. Fui chorar para o balneário porque percebi que tudo tinha terminado", revela o central francês, de 36 anos, num excerto de uma entrevista exclusiva à Sporting TV, que vai para o ar na íntegra na próxima quinta-feira.

Prestes a regressar a França com a família, depois de ter recusado o convite de Frederico Varandas para integrar a estrutura do futebol de formação, como treinador, Mathieu passa a carreira em revista e, muito emocionado, admite que a conquista da Taça de Portugal em 2019, um ano após o ataque a Alcochete, foi a sua coroa de glória, ele que venceu a Champions pelo Barcelona em 2014/15.

"Foi o troféu mais importante da minha carreira. Foi o melhor que ganhei. É verdade que ganhei a Liga dos Campeões mas neste dia tinha tudo para me sentir assim", diz Jérémy Mathieu, surpreendido em estúdio pelo mulher e pelos dois filhos, num momento de grande emotividade.

"Como já disse aos meus companheiros há que aproveitar todos os momentos. Dezanove anos parece muito tempo mas passa muito rápido. Foram só três anos aqui mas tenho a sensação que foi uma vida inteira", salienta ainda.

Por Vítor Almeida Gonçalves
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.