Miguel Albuquerque vai apresentar queixa-crime devido a agressões no Algarve

Diretor leonino decidiu avançar para um processo

Miguel Albuquerque vai apresentar uma queixa-crime na sequência das agressões de que foi alvo no domingo, após o dérbi de domingo diante do Benfica, referente à Supertaça Cândido de Oliveira, segundo apurou Record. A decisão foi tomada esta terça-feira, após reunião com o departamento jurídico do Sporting.

Lembre-se que o ataque ao diretor-geral das modalidades do clube de Alvalade foi revelado logo após o encontro por Frederico Varandas na zona mista do Estádio Algarve e depois confirmado pelo próprio Miguel Albuquerque nas redes sociais. "No final do jogo da Supertaça, quando me dirigia para o meu carro, fui cobardemente atacado por cerca de 15 adeptos do Benfica devidamente identificados com camisola desse clube que, ao reconhecerem-me, avançaram em grupo desferindo vários murros na cabeça, socos e pontapés! Um ato cobarde de gente sem escrúpulos, ao agredirem-me à traição e agindo em grupo", lamentou o responsável leonino, que na mesma nota agradeceu as mensagens de apoio.

86
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.