Montero e Raphinha em gestão

Dupla ainda trabalha condicionada

• Foto: Miguel Barreira

No treino de ontem, Fredy Montero e Raphinha voltaram a treinar-se à margem do grupo, tal como já tinha acontecido na segunda-feira, cumprindo um programa especial de recondicionamento físico, monitorizado pelo diretor clínico João Pedro Araújo. Tanto o colombiano como o brasileiro devem falhar o jogo da Taça, mas apenas por prevenção, sendo que, provavelmente, estarão aptos para a visita a Baku.

De fora, mantiveram-se Ristovski, que fez tratamento e trabalho de ginásio, e Battaglia, que continua a recuperar da cirurgia ao joelho direito e, como é sabido, tem a temporada em risco.

Por outro lado, Coates, que já se tinha treinado na segunda-feira, voltou a mostrar-se a cem por cento. O uruguaio, recorde-se, foi dispensado da seleção devido a dores musculares.

Trio dos sub-23 foi chamado a mostrar serviço

Por necessidade, visto que os compromissos internacionais reduziram as opções, e por motivos de estratégia, pois quer observar o máximo de jogadores da formação, Marcel Keizer voltou ontem a chamar três jogadores da equipa sub-23 para compor um treino que foi aberto à comunicação social nos primeiros 15 minutos. O técnico holandês manteve nos trabalhos Euclides Cabral, primo de Gelson Martins, que pode jogar como lateral-direito ou médio, tendo dado oportunidades ainda a Pedro Empis, defesa-esquerdo, e a Nuno Moreira, médio que também tem participado com regularidade nos treinos da equipa A.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.