MP sai do processo e deixa Sporting sozinho contra André Ventura

Avança a revista 'Sábado'

• Foto: Raquel Wise

A 'Sábado'  avança que "procuradora Carla Paiva da 5.ª secção do Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa (DIAP) decidiu não acompanhar a acusação particular do Sporting" contra André Ventura, por considerar não terem sido "recolhidos indícios suficientes" de que a expressões utilizadas pelo comentador da CMTV configurassem os crimes imputados pelo clube leonino. O despacho tem a data de 15 de dezembro.

André Ventura disse ter, no programa 'Pé em Riste', um relato fidedigno que um sócio do Sporting não conseguiu entrar na Assembleia Geral e acrescentou que Bruno de Carvalho estava a "recorrer" aos "seus antigos amigos da Juve Leo para condicionar as assembleias do Sporting".

O Sporting reagiu a 6 de outubro, dando conta da intenção de processar André Ventura. "Há situações que efectivamente não se podem tolerar e permitir isto era deixar que o valer tudo imperasse. As informações proferidas por este senhor, afecto ao Sport Lisboa e Benfica, são de enorme gravidade pelo que não podem passar impunes e ele terá de responder por elas no local próprio", podia ler-se num comunicado do presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares. Nessa altura, já a Juve Leo tinha também manifestado que iria agir judicialmente contra o comentador.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.