Mustafá vai pedir abertura de instrução no caso do ataque à Academia do Sporting

Disse fonte da defesa à agência Lusa

• Foto: Ines Gomes Lourenco

O líder da claque Juventude Leonina, Nuno Mendes, conhecido por Mustafá, vai requerer a abertura de instrução do processo judicial decorrente da investigação ao ataque à academia do Sporting, disse esta sexta-feira fonte da defesa à Agência Lusa.

A informação é avançada um dia depois de Mustafá ter saído em liberdade do Tribunal do Barreiro, onde foi interrogado na quinta-feira pelo juiz Carlos Delca, sujeito a apresentações diárias às autoridades e ao pagamento de uma caução de 70.000 euros.

Nuno Mendes está acusado de 40 crimes de ameaça agravada, 19 de ofensa à integridade física qualificada, 38 de sequestro, um de detenção de arma proibida e um de tráfico de droga, bem como de crimes que são classificados como terrorismo, não quantificados.

O momento em que Mustafá deixou o Tribunal do Barreiro
A instrução é uma fase facultativa, que visa decidir por um juiz de instrução criminal se o processo segue, ou não, para julgamento.

Mustafá foi detido no domingo, com base em mandados emitidos pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, no mesmo dia em que foi detido o ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho, que ficou sujeito às mesmas medidas de coação, impostas por Carlos Delca.

Em 15 de maio, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na academia do clube, em Alcochete, por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram alguns jogadores, membros da equipa técnica e outros funcionários.

A GNR deteve no próprio dia 23 pessoas e efetuou, posteriormente, mais detenções, que elevaram para 44 o número de arguidos, dos quais 38 estão em prisão preventiva.


Mustafá sai em liberdade do tribunal do Barreiro

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Palhinha vê dérbi com o Benfica por um canudo

Conselho de Disciplina confirmou suspensão e o recurso do Sporting já seguiu. ‘Mea culpa’ do árbitro choca com a jurisprudência adotada pelo órgão federativo desde que Cláudia Santos assumiu a presidência

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.