Nani: «Ninguém me disse que tinha perdido a braçadeira de capitão»

De regresso ao onze, o extremo falou pela primeira vez do afastamento da equipa

• Foto: Pedro Ferreira

De regresso ao onze e na condição de capitão, depois da polémica substituição em Braga que levou ao seu afastamento temporário da equipa, Nani sublinhou que tudo ficou resolvido.

"Não perdi a braçadeira, nunca ninguém me disse que tinha perdido a braçadeira. Senti-me uma peça fundamental desde o início. Não fui convocado, foi um opção do treinador que respeitei e continuei a trabalhar. Correu bem para a equipa e treinador, o objetivo era ganhar", começou por dizer o internacional português na zona mista após o triunfo em Poltava, sobre o Vorskla, para a Liga Europa (1-2).

Questionado sobre se a sua relação com José Peseiro saiu fortalecido, o camisola 17 respondeu que sim: "mais forte para todos, para equipa e companheiros, que me respeitam, e técnico, que me respeita muito e eu também. Foi uma situação que serviu de exemplo para o clube e adeptos. Mas há coisas mais importantes para nos focarmos do que estas pequenas coisas que aconteceram", finalizou sobre o tema, deixando uma garantia: "Estou muito feliz no Sporting. [Neste período] Vi tranquilo, em casa, com a minha família, a equipa a ganhar e a ser profissional."

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Alemães fazem ultimato por Bas Dost

Nova ronda negocial entre Frederico Varandas e empresário do jogador terminou sem acordo. Eintracht dá sinais de que está a perder a paciência

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.