Novo Banco atrasa reestruturação financeira do Sporting

Revelou o 'Expresso'

• Foto: Vítor Chi

O Novo Banco estará a atrasar a consumação do acordo de reestruturação da dívida bancária, anunciado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários pela SAD do Sporting em outubro de 2019. O perdão dos credores é de 95 milhões de euros.

Segundo o ‘Expresso’, o BCP já deu o aval, mas o banco liderado por António Ramalho tarda em dar "luz verde para que se concretize a solução na qual o fundo americano Apollo tem estado envolvido". Ao nosso jornal, fonte oficial leonina optou pelo silêncio sobre o tema: "Não fazemos comentários porque nunca revelámos nem demos detalhes sobre qualquer aspecto das negociações da reestruturação financeira."

Além do perdão obtido com a recompra dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis a menos 70% do valor de venda, o acordo contempla ainda a redução das percentagens a pagar aos credores com as transferências de jogadores. Ou seja, entre outras, a verba líquida a receber da venda iminente de Bruno Fernandes para o Man. United pode ser afetada.

7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.