Novo Banco e BCP colocam à venda 128 milhões de dívida do Sporting

Avança esta sexta-feira a Bloomberg

Os bancos credores da Sporting SAD pretendem desfazer-se da dívida da sociedade anónima desportiva dos "leões", que ascende a cerca de 128 milhões de euros, segundo as contas da SAD do primeiro trimestre do atual exercício, avança esta sexta-feira a Bloomberg.

Novo Banco e Millennium bcp terão já contratado o banco de investimento Rotschild para a colocação da dívida, que se encontra sob a forma de Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC), refere a agência de notícias citando fontes próximas do processo.

Contactados pela Bloomberg, Novo Banco, BCP e Rotschild recusaram comentar o assunto.

Em outubro de 2019, a SAD assinou com os dois bancos um acordo de reestruturação que procedeu à alteração dos termos da opção de compra dos VMOC, tendo sido fixado um preço unitário de 0,30 euros por VMOC, o que corresponde a um "desconto" de 70% na dívida.

Então, segundo comunicou a SAD do clube de Alvalade, "o Grupo Sporting procedeu à regularização de todas as obrigações pecuniárias vencidas, encontrando-se assim em cumprimento perante os bancos".

A SAD do Sporting garantiu uma maior folga financeira com a conquista do título de campeão nacional este ano, após 19 temporadas de "jejum", que garante a entrada direta na fase de grupos da Liga dos Campeões, com um encaixe de cerca de 25 milhões de euros.

O que são os VMOC?

Os valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis (VMOC) são valores mobiliários de um tipo específico. Estes títulos, que têm uma duração limitada no tempo, obrigam as sociedades emitentes a entregar aos investidores, na data pré-fixada, uma determinada quantidade de ações ou obrigações. É esta obrigatoriedade de entrega de ações ou obrigações que leva a que sejam designados de valores convertíveis. No caso de VMOC relativos a ações, os investidores tornam-se detentores de capital do emitente na altura em que expira a emissão e que se procede à entrega dos títulos acordados. No caso da Sporting SAD, isto significa que em 2026, data em que expiram as emissões de VMOC já realizadas, o Novo Banco e o BCP tornam-se accionistas, se não houver recompra dos títulos pelo clube.

Por Negócios
243
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.