Nuno Saraiva: «Benfica não pagou o último mês de salário a Jorge Jesus»

Diretor de comunicação do Sporting comenta casos relacionados com vencimentos... das águias

• Foto: Lusa

Nuno Saraiva desmente e repudia a alegação de que o Sporting terá salários em atraso no futebol feminino e aponta para situações relacionadas com vencimentos do... Benfica.

"Salários em atraso que eu me recorde recentemente houve no Benfica. Desde que esta direção tomou posse no Sporting CP, há cinco anos, deixou de haver salários em atraso. Já no Benfica são conhecidas as chico-espertices em relação aos ordenados", começou por argumentar o diretor de comunicação do Sporting esta quinta-feira, no programa ‘Verde no Branco’.

"E eu vou dar apenas três exemplos", prosseguiu. "Jorge Jesus levou o Benfica a tribunal pelo facto de o Benfica não lhe ter pago o último mês de salário; chegaram a acordo há pouco tempo mas não lhe pagaram o último mês de salário. Bernardo Silva, foi revelado pelos emails, exigiu um salário em atraso e a resposta que teve de Luís Filipe Vieira foi que nunca mais voltaria a jogar no Benfica; segundo exemplo de salários em atraso. Mas todos nós nos devemos lembrar das declarações do Talisca imediatamente após um Benfica-Besiktas no Estádio da Luz", invocou Saraiva, antes de serem exibidas as afirmações em causa do brasileiro. "Com a minha filha nascida há seis dias, o Benfica pagou o salário de todos os jogadores menos o meu", disse na altura Talisca.

"Em matéria de salários em atraso estamos conversados. Estes senhores deviam vergonha na cara antes de abrirem a boca para falarem do Sporting Clube Portugal. E quando digo estes senhores são estes senhores em concreto: Pedro Guerra e André Ventura. Já se percebeu que vão inventar mentiras atrás de mentiras", denuncia Nuno Saraiva.

Por Vítor Almeida Gonçalves
78
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.