Nuno Saraiva dispara: «Não queremos acreditar que as pressões ainda resultem»

Diretor de comunicação do Sporting atira em várias direções

• Foto: Miguel Barreira

Nuno Saraiva recorreu à sua página no Facebook para lançar críticas em direção a várias direções: arbitragem, transmissão da BTV, adeptos do Benfica e elementos dos órgãos de justiça desportiva.

Começando por referir que os leões perderam na Luz "por influência direta da equipa de arbitragem", o diretor de comunicação do Sporting lamenta "dois penáltis evidentes". "Não queremos acreditar que, afinal, as pressões ainda resultem ou que existam profissionais que não estejam à altura de uma competição com a importância do campeonato Português", afirma, acrescentando que "apenas por triste coincidência as noites infelizes [dos árbitros] acontecem demasiadas vezes quando joga o Sporting Clube de Portugal". 

"Não vejam nesta crítica qualquer ataque à arbitragem cujo Conselho continuamos a respeitar (nem aos árbitros, pois continuamos a acreditar na sua boa fé e capacidade) e a considerar que, no essencial, tem feito um esforço para melhorar o que se passa no futebol", sublinha, criticando ainda "o canal de clube que detém as transmissões do Estádio da Luz", por "sonegar as repetições que provam os factos".

Depois Nuno Saraiva fala de "mais um episódio triste" ocorrido na Luz: "As agressões de que o nosso presidente, treinador e diretor-desportivo foram alvo pelo arremesso de papéis oriundos da bancada usados numa coreografia que nunca deveria ter sido autorizada pela Liga, pois no último jogo na Luz o triste espectáculo já tinha sido uma realidade."

"O nosso Presidente mostrou, perante as câmaras de televisão um desses 'papéis' que, dobrado e colado com fita cola grossa (coisa que não é normal as pessoas levarem para os jogos), demonstram uma falta de fair play por parte daqueles que se arrogam na sobranceria de serem diferentes e os reis do bom comportamento e, afinal, eles sim têm um comportamento social 'sui generis', talvez assumindo alguma forma de mitomania e falta de ética e até estar social", acrescentou.

Agarrando na deixa, Nuno Saraiva aproveita para deixar uma bicada aos membros do Conselho de Disciplina e do Tribunal Arbitral do Desporto, que fizeram recentemente algumas considerações sobre o comportamento social de Bruno de Carvalho. "Comportamentos que estas pessoas e os seus dirigentes têm repetidamente e, quiçá, que são totalmente condenáveis a nível social, escapando este facto apenas aos membros do antigo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol e aos juízes membros do TAD que avaliaram a queixa do Benfica contra o presidente do Sporting Clube de Portugal", explica.

Por Sérgio Krithinas
31
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.