Record

Octávio: «Bruno de Carvalho era obrigado a estar no banco porque no camarote ia dizer mal do treinador»

Antigo dirigente nega acusações do ex-presidente no seu livro e lança duras críticas

• Foto: Mafalda Santos
Octávio Machado acusou Bruno de Carvalho de mentir no seu novo livro. O antigo diretor para o futebol leonino reagiu desta forma às declarações do antigo presidente sobre o facto de Octávio relatar a Jesus tudo o que vinha na comunicação social.

"Como é que ele sabe que eu conversava com o Jorge Jesus sobre o que vinha nos jornais às oito da manhã? É tão mentira isso porque os jornais eram levados pela mão do Vasco Fernandes, que os punha no gabinete do Jorge Jesus; eu chegava, cumprimentava o Jesus, ele raramente lia jornais e eu agarrava neles e ia para o meu gabinete", revelou na CMTV.

Sobre a parte em que Bruno de Carvalho indica que Octávio se dava bem com os árbitros, este confirmou mas explicou tudo com a boa educação: "Dou-me bem com árbitros? Muito bem, sempre me dei. Por isso é que nunca fui expulso, dirijo-me a eles educadamente. Nunca fui expulso do banco. Agora ele era obrigado a estar no banco porque se fosse para o camarote ia dizer mal do treinador e as pessoas de lá faziam feedback".

Octávio Machado: «Bruno de Carvalho dava pontapés nas mesas e nas malas»
Sobre o livro, Octávio Machado referiu que é normal o antigo presidente falar dele e de Jorge Jesus, pois só assim atrai leitores: "Quem é que lia o livro se não estivesse lá o Octávio e o Jesus? Quem? Vamos ver se ele esclarece Alcochete. O relacionamento dele com Marco Silva, com os jogadores, o post sobre o Guimarães."
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas