Octávio Machado relatou ontem na CMTV as agressões a que Jorge Jesus foi sujeito na sequência da invasão levada a cabo na Academia de Alcochete na terça-feira.

"Jesus estava estava no campo de treino a colocar os pinos e quando eles [grupo de 50 adeptos] entraram. Como a equipa não estava no relvado, dirigiram-se logo para o balneário, que fica a 50 metros. Jorge Jesus viu, correu, e quando corre para o balneário leva com um cinto nas costas. As portas [do balneário] estavam abertas, ele agarra aquele que lhe deu com o cinto, agridem-no a pontapé e pelas costas e leva um soco no nariz. Depois, dirigiu-se a alguém [um dos elementos do grupo de invasores] e pediu para o ajudar a acabar com aquilo, que os jogadores estavam a ser agredidos. Esse alguém [Fernando Mendes] disse-lhe que tinha perdido o controlo da situação. Bas Dost agarrou-se a Jorge Jesus a chorar e a perguntar: 'mister, o que é que eu fiz de mal?'", relatou.