Pedro Madeira Rodrigues: «Badr Al-Samah tem grande potencial»

Candidato à presidência do Sporting fala do seu investidor

• Foto: Paulo Calado

R - O que nos pode dizer sobre o investidor que apresentou na passada sexta-feira?

PMR – Badr Al-Samah vem do Kuwait. Já tem investimentos em Portugal, mas nunca o fez no futebol. Nesta altura é importante a entrada de um grupo empresarial como o de Badr Al-Samah, pois tem um grande potencial de investimento e garante o empréstimo obrigacionista. É um grupo que trabalha no Médio Oriente. Também sondámos investidores da Arábia Saudita e não os descartamos, mas decidimos apostar neste. O petróleo é o seu principal investimento. Além do mais, tem uma faturação anual de 1,5 mil milhões de dólares.

R - Que garantias vai o investidor receber?

PMR – Uma taxa de juro abaixo dos 6 por cento no empréstimo obrigacionista.

«Lutar pela Champions»

R - É imprescindível estar na Liga dos Campeões?

PMR – Temos de lutar pela Champions. Eu não estou a gostar a forma como a UEFA está a beneficiar os maiores clubes. Temos três equipas nas provas europeias por isso os grandes têm obrigação de ajudar os outros. Eu defendo a centralização dos direitos televisivos . Somos o único pais da Europa que não temos este sistema. Pode ajudar a internacionalizar a nossa Liga.

Pedidos de desculpa

R - O que é que os sócios lhe têm mais pedido nas ações que tem realizado nos Núcleos?

PMR – Primeiro é ser campeão. Depois, o respeito pelos valores do Sporting, pois temos de voltar a ser um clube diferente. As pessoas pedem-me desculpa e eu não sabia que tinha havido tanta difamação. Se chegarmos a todos os sportinguistas, vamos passar a nossa mensagem. Temos ideias e planos com muito conteúdo. Daí a importância dos debates.

Sem desvios de verbas

R - Pode garantir que não foi desviado dinheiro da SAD para pagar as modalidades?

PMR – Nós vamos cumprir as regras. Eu sei que aos sportinguistas faz confusão esta dicotomia entre o clube e a SAD. O Sporting ser uma empresa faz-me alguma confusão. Eu tenho a noção que deve ser gerido com uma empresa, mas no fundo é sempre um clube. Contudo, há coisas que não se podem fazer e vamos acreditar que não foram feitas.

Por João Soares Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0