Quem Bruno Fernandes tiraria da equipa do FC Porto? «Brahimi! Tem rasgos de génio»

Médio leonino considera que o argelino é "o jogador mais desequilibrador do campeonato"

• Foto: Luís Manuel Neves

Bruno Fernandes garante que o sucedido na final da Taça de Portugal da época passada - que o Sporting perdeu poucos dias depois do ataque à Academia de Alcochete - está definitivamente ultrapasado. A equipa está focada e só pensa em ganhar mais um troféu, para juntar à Taça da Liga já conquistada este ano. Sobre o adversário, o médio tece rasgados elogios, mas garante que este encontro será muito diferente do disputado entre as duas equipas na última jornada do capoenato, no Dragão.

"O nosso pensamento esta semana esteve em preparar da melhor maneira o jogo, de forma a fazermos a melhor prestação possível e sairmos daqui com a taça. O FC Porto já ganhou a Supertaça... Obviamente que das três competições relativas a este ano o FC Porto não conquistou nada, mas a motivação é a mesma", frisou, garantindo que os episódios ocorridos há um ano não tiveram qualquer peso. "Não influenciou em nada. Já se falou demasiado sobre isso, são marcas que estão presentes, mas o mais importante é que perdemos uma final e este ano queremos ganhá-la."

Bruno foi um dos melhores jogadores da Liga, mas não sente qualquer responsabilidade acrescida por causa disso. "O peso que tenho nas costas é o de carregar ao peito o símbolo que carrego. É uma grande responsabilidade estar numa final num clube que joga para ganhar. Individualmente de tem corrido tudo bem, mas o que quero é conquistar mais um título e terminar a época bem em termos coletivos. Para eu acabar individualmente bem a época tenho de ganhar a Taça de Portugal."

O último jogo com o FC Porto não é u m indicador. "É difícil comentar porque foi um jogo praticamente de 11 contra 10. O que há a retirar foi a atitude, o caráter, mesmo sendo um jogo em que não jogámos para nada, a não ser o prestígio e a honra. Com 10 estivemos sempre presentes no jogo, mais defensivos, mas é normal. Este fim-de-semana começamos 11 para 11 e logo veremos o que vai acontecer."

Relativamente ao adversário e aos jogadores que terá pela frente... "Danilo não é preciso estudar muito, conheço, estou regularmente com ele na Seleção. Todos os outros têm grande qualidade, são difíceis de defrontar, treinámos todos os aspetos possíveis para aproveitarmo-nos das fraquezas deles. Foi uma semana normal, com mais nervosismo, mais vontade, mais querer, joga-se uma final, é um jogo 'seco', onde tens de ganhar. O que tem de ser normal é a atitude porque estamos num clube grande. Esta final é importante para nós, é a segunda final que disputamos esta época. Temos de chegar da melhor maneira possível para ganhar."

E quem tiraria do onze de Sérgio Conceição, se pudesse? "O Brahimi! É o jogador mais desequilibrador do campeonato, difícil de marcar, com rasgos génio. Consegue criar grandes desequilíbrios. Há outros, como o Danilo, que também é difícil de passar, defensivamente é muito forte". 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.