O último dia para os jogadores apresentarem as rescisões com justa causa pode trazer mais uma bomba: Rafael Leão. O jovem avançado, que até há poucos dias estava disposto a permanecer em Alvalade, pondera agora avançar para esta solução, pois considera que não estão reunidas as melhores condições para prosseguir a carreira no Sporting.

Nos últimos dias, o atacante de 19 anos tem ponderado o seu futuro, segundo confirmou Record junto de fonte próxima do processo. "Ele tem sido alvo de acompanhamento psicológico e quer pensar no melhor para a sua carreira. A instabilidade que se vive no Sporting não ajuda pois não sabemos se há treinador ou até presidente", garante a fonte.

Certo é que o camisola 93 já recolheu apoio jurídico para acautelar todos os cenários, e hoje pode mesmo avançar com a rescisão unilateral do contrato.

Aliciado

Conforme publicámos na edição do passado dia 28 de maio, Rafael Leão tem sido aliciado por ofertas de empresários que alegam estar devidamente mandatados pelo Benfica. O internacional sub-21 é cobiçado há muito tempo na Luz, e este poderá ser o momento certo para avançar pois, caso não haja rescisão, será praticamente impossível à SAD encarnada conseguir tirá-lo ao rival.

O dia em Alvalade promete ser longo, e uma eventual saída de Rafael Leão poderá provocar um novo rombo na SAD sportinguista.

Grande revelação da temporada

Rafael Leão acabou por ser a grande revelação na equipa leonina. Apesar de ter começado a época nos juniores, foi promovido à equipa B, mas dado o seu potencial, Jorge Jesus exigiu a sua integração no plantel principal. Devido ao surto de lesões que afetou o grupo de trabalho em fevereiro, o jovem acabou por ter a sua oportunidade, e estreou-se na equipa principal, na Liga, frente ao Feirense na condição de suplente utilizado. Desde então foi uma presença assídua nas convocatórias e o seu grande momento foi o golo apontado ao FC Porto, no Dragão, que se revelou insuficiente para impedir a derrota (1-2). Na equipa principal fez sete jogos, nos quais marcou dois golos.

Vieira pronto a recebê-lo

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, anunciou na última Assembleia Geral do clube que está empenhado em fazer todos os possíveis para beneficiar com a crise leonina.

"Vou fazer uma pequena loucura que se calhar não devia. Mas vou. Há 25 anos brincaram connosco mas não brincam mais", ameaçou o líder dos encarnados, recordando os casos de Paulo Sousa e Pacheco que rescindiram com o Benfica e acabaram por ser apresentados como reforços em Alvalade.

As grandes prioridades das águias são Bruno Fernandes e Gelson, mas os dois jogadores estão reticentes em aceitar o convite, pois têm outras ofertas igualmente aliciantes, e que não implicarão quaisquer problemas de segurança.

Rafael Leão é um nome há muito seguido na Luz e, nas atuais circunstâncias, pode ser um alvo mais fácil.

Autores: António Adão Farias e João Soares Ribeiro