Record

Revoltados por Beto

MANOLO VIDAL: «FICOU MUITO ABATIDO»

Os ecos da arbitragem de João Ferreira na Supertaça não se esgotaram. Depois de os dois clubes terem manifestado discordância face ao seu desempenho, os leões aumentam o tom da contestação, principalmente em relação à injusta expulsão do central, mas também pelos vários cartões amarelos. É provável que tentem amenizar o castigo ao defesa-central
Revoltados por Beto • Foto: Carlos Patrão
O Sporting vai, muito provavelmente, tentar atenuar o castigo de Beto, dado que as imagens televisivas são elucidativas, provando que o central não agrediu Antchouet na Supertaça, o que deita por terra as razões para a amostragem do cartão vermelho. Uma coisa é certa, o campeão nacional não vai poder contar com o jogador para o jogo de sexta-feira, frente à Académica.

Os leões, de acordo com o que é previsível, devem estar a preparar-se para visionar as imagens do lance, sabendo de antemão não existirem despenalizações, tanto nas provas da Liga como nas da Federação. Perante este facto, e caso fique plenamente demonstrado não ter existido qualquer agressão, não é de estranhar que o Sporting procure "almofadar" as consequências de algo que não existiu. Ou seja, tente que o castigo não assuma moldura penal superior a uma partida.

Contactado pelo nosso jornal, Manolo Vidal, director de futebol do clube de Alvalade, optou por não tecer comentários sobre o assunto. Não querendo adiantar o que quer que fosse sobre a posição que o Sporting vai tomar, o dirigente não deixou, no entanto, de contar a conversa que teve com o árbitro João Ferreira no final do encontro da Supertaça. "O árbitro disse-me que expulsou o Beto porque ele havia dado uma cotovelada no adversário. Afirmou ainda que haveria a oportunidade de verificar isso através da televisão", explicou Manolo Vidal, acrescentando: "Ainda não vi as imagens (ndr: ao princípio da tarde). Quando falei com o árbitro não pude, por isso, contrapor. Para mim, a única verdade é a verdade do árbitro. O juiz da partida foi taxativo. Segundo ele próprio me informou, os árbitros receberam instruções para agir em conformidade, sobretudo no que toca às agressões."

Manolo Vidal referiu ainda que o central ficou bastante afectado com a situação que o retirou precocemente de campo. "O Beto ficou muito abatido. Pediu-me até para falar com o árbitro, mas na realidade o juiz da partida foi taxativo", vincou o dirigente. Recorde-se que elementos das duas equipas contestaram o trabalho de João Ferreira. Laszlo Bölöni confessou-se "perturbado" por não perceber a razão que levou à exibição de alguns cartões; Carlos Carvalhal, expulso no primeiro tempo, foi contundente ao intervalo e irónico no final; José Manuel Teixeira disse que a arbitragem "intimidou os jogadores do Leixões".

«Despenalizações deviam continuar... 'filtradas'»

O dirigente do clube de Alvalade mostra-se contra o desaparecimento das despenalizações, advogando que as mesmas deviam manter-se em certos casos. "As despenalizações deviam continuar, sobretudo em situações específicas. No ano passado verificaram-se casos em que os árbitros descreviam determinada situação e, depois de visionadas as cassetes, constatava-se que não havia sucedido o que estava escrito nos relatórios. Sendo um mal, as despenalizações deviam continuar, mas devidamente 'filtradas'."

E o dirigente sportinguista aponta um exemplo para sublinhar a ideia: "No ano passado um árbitro deu um cartão amarelo a um jogador nosso, sustentando que o mesmo havia arremessado a bola para longe. Depois de visionadas as imagens, constatou-se que o jogador apenas havia deixado cair a bola para o chão. Logicamente, foi despenalizado. Enfim, devem acontecer despenalizações, mas com consciência", diz Manolo Vidal, o qual, além do vermelho a Beto, viu ainda cinco jogadores do Sporting – Quaresma, Kutuzov, Prates, Carlos Martins e Paulo Bento – saírem "amarelados" do Bonfim.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

M