Ricciardi realça má relação de Bruno de Carvalho com Jesus e plantel

Banqueiro admite que este ponto é fulcral

Ponto fulcral para o homem que esteve ao lado de Bruno de Carvalho até à última semana, é neste momento tudo "o que diz respeito à relação do presidente com o treinador da equipa principal e jogadores, que são o ativo mais valioso que o clube tem, a seguir aos seus sócios".

O banqueiro não entende como é que o líder do clube pode abrir um claro conflito institucional com o plantel (e Jesus por arrastamento), o que levou às cenas lamentáveis dos últimos dias, em que chegou a ser dada como possível a comparência da equipa B frente ao Paços de Ferreira. Este ato é visto com um ponto de não retorno.

Record sabe que Ricciardi ponderou muito antes de tomar esta posição. Mantém um enorme respeito pelo trabalho realizado por Bruno de Carvalho, que valoriza, mas os últimos dias deitaram tudo a perder.

Perigo dos castigos ao grupo de trabalho

Os processos levantados aos jogadores e respetivas consequências são também fonte de preocupação para José Maria Ricciardi, que vê a equipa numa altura fundamental da temporada, ainda a lutar por vários objetivos – como a Liga Europa, Taça de Portugal e até o campeonato, pelo menos o acesso à Liga dos Campeões – mas preocupada com temas que, no seu entender, não deveriam fazer parte da agenda leonina.

O banqueiro entende que toda esta situação diminuiu a capacidade competitiva da equipa, assim como prejudicou a imagem do clube um pouco por todo o lado.

Ricciardi abandona Conselho Leonino e afasta-se de Bruno de Carvalho

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.