Ristovski mostrou-se, Acuña respondeu e Battaglia disse 'basta': a reação dos jogadores à saída dos Barreiros

O que os jogadores do Sporting ouviram e como reagiram no momento de tensão

A carregar o vídeo ...
A fúria dos adeptos no momento em que Jorge Jesus entrou no autocarro

O Sporting deixou escapar a Champions mas o pior ainda estava para vir quando o jogo terminou, na página mais negra da época e uma das mais tristes dos últimos anos. Um grupo de cerca de cinco dezenas de adeptos, indignado com todo o grupo mas em particular com os jogadores, concentrou-se junto ao autocarro dos leões e só um cordão policial evitou que o incidente assumisse proporções mais graves.

Foi, ainda assim, e não há outra forma de o descrever, um momento lamentável de se assistir: à medida que os jogadores iam chegando, iam sendo brindados com insultos. E ninguém escapou, embora Rui Patrício tenha sido especialmente visado. Os atletas acabaram por refugiar-se numa lateral do autocarro, sentados num muro, enquanto comiam pizza e ali a poucos metros ouviam as críticas e os adeptos a questioná-los pelo resultado.

"Sabem o que perderam? Foram os vossos salários!", apontavam. Quando Ristovski procurou perceber o que estava a acontecer e se mostrou, foi de imediato insultado e voltou para trás. Acuña não aguentou e respondeu a um dos contestatários. Battaglia saiu em defesa do companheiro e disse "basta"!

Sob escolta

A verdade é que a tensão esteve sempre no limite e a própria polícia teve de reforçar os meios no local, desde logo com efetivos dos spotters, especializados no acompanhamento das claques. No meio de toda a confusão, Jaime Marta Soares foi o primeiro a dirigir-se ao grupo e a pedir serenidade. Haveria de seguir-se William Carvalho, depois de uma breve incursão de Fábio Coentrão. O médio foi o único jogador a enfrentar diretamente as críticas, como capitão de equipa. Ainda começou por evitar o diálogo mas, ladeado de agentes, deslocou-se para junto da barreira policial e trocou impressões com os adeptos.

O autocarro saiu do Estádio da Madeira escoltado por um forte contingente policial e com adeptos a manterem os insultos. Um desfecho que já se adivinhava quando, no final da partida, foi exibida uma tarja com a palavra ‘atitude’ e dezenas de outras onde se lia ‘aqui’ à volta, sugerindo que tal não se viu em campo. Um final de Liga para esquecer. Ou para lembrar e não repetir.
A carregar o vídeo ...
Aeroporto Edl Version:1

Por Vítor Almeida Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0