Rogério Alves diz que pai e irmã de Bruno de Carvalho "exerceram direito"

Falaram na assembleia geral

• Foto: Pedro Simões

Já após os sócios terem manifestado desagrado com a curta presença da comunicação social para recolha de imagens, outros momentos tensos da AG prenderam-se com a subida ao palanque de Rui e Alexandra Carvalho, pai e irmã do ex-líder Bruno de Carvalho. Ambos usaram da palavra – Alexandra Carvalho por duas vezes –, um "direito" dos próprios, vincou Rogério Alves. "Exerceram a liberdade que têm como sócios. Todos os que se inscreveram para falar nesta AG fizeram-no, do princípio ao fim. Todos exprimiram o seu ponto de vista. Naturalmente, ainda há divisões. A história recente criou fraturas profundas. Temos de fazer os possíveis para que tudo volte à normalidade", salientou.

Reforma estatutária arranca já em 2019

O PMAG vê como fulcral uma reforma aos atuais estatutos, algo que deve arrancar já no início de 2019, de forma a que os leões não estejam "presos no séc. XXI a estatutos que não ficariam mal nos anos 60 ou 70". Caso se concretize, esta será a terceira reforma em três mandatos seguidos (Godinho Lopes, Bruno de Carvalho e agora Frederico Varandas), algo que o PMAG encara com naturalidade. "Se as reformas forem bem feitas são como a saúde, nunca é demais. Falamos de descentralizar o voto ou tornar o voto eletrónico uma regra", referiu, admitindo não concordar com "algumas normas" do regulamento disciplinar implementado por BdC, ainda que esta reforma seja "prioritária".

9
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.