Rúben Amorim desvaloriza fim da invencibilidade: «O mais importante está feito»

Treinador do Sporting sublinhou "coração e força da equipa" apesar da derrota no dérbi com o Benfica

• Foto: Pedro Ferreira

Rúben Amorim lamentou a derrota no dérbi frente ao Benfica, que ditou o fim da invencibilidade dos leões após 32 jornadas sem derrotas. Contudo, o treinador do Sporting lembrou que o mais importante era a conquista do título nacional e esse objetivo foi alcançado. 

"Queríamos ganhar e manter a série de invencibilidade. Os adeptos queriam, nós também queríamos. Mas o mais importante está feito. Ganhámos o campeonato e estamos já a preparar o futuro", afirmou o técnico leonino, na 'flash-interview', à BTV.

Relativamente ao jogo, Amorim sublinhou a resposta da equipa. "Foi um jogo complicado. Uma primeira parte difícil, onde podíamos ter criado mais perigo com três jogadores na frente e contra três centrais. O Benfica entrou bem, fez três golos. Conseguimos marcar e ao intervalo acreditámos. Voltámos a sofrer mal começou, de penálti. A equipa mostrou o coração e a força que tem. Fizemos mais dois golos e no fim tentámos o empate

O treinador deixou João Palhinha e João Mário no banco, opções que o próprio justificou no final da partida. "Faz parte do crescimento e das nossas limitações. Mais vale sofrer agora do que no futuro. Temos de fazer estas mudanças. A culpa é do treinador. Quando se muda muitos jogadores, sentem um pouco isso. Mas portaram-se muito bem, deram tudo, crescemos na 2.ª parte e podíamos ter feito o empate", concluiu.


Por Record
37
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.