Rúben Amorim: «É importante trazer o público e voltarmos à normalidade»

Treinador do Sporting lamentou o resultado diante da formação vimaranense e destacou as estreias de Matheus Nunes e Eduardo Quaresma

A carregar o vídeo ...
Rúben Amorim analisa as estreias de Eduardo Quaresma e Matheus Nunes pelo Sporting

O Sporting empatou (2-2) na deslocação ao terreno do Vitória de Guimarães, em jogo a contar para a 25.ª jornada da Liga NOS, um encontro em que Rúben Amorim, treinador dos leões, promoveu duas estreias na equipa com as entradas de Matheus Nunes e Eduardo Quaresma.

No final do encontro, Rúben Amorim lamentou o resultado diante da formação vimaranense, destacou as exibições dos dois jogadores da formação e ainda a 'recuperação' de Matheus Oliveira.

"O jogo foi bom. Um pouco estranho, porque se partiu cedo. Sporting chegou cedo à vantagem, sem merecer, mas ajudou-nos a cimentar o nosso jogo. Depois sofremos um golo, que acontece quando queremos arriscar na construção. Voltamos a marcar na segunda parte e acontece o empate. Tentamos manter a nossa identidade… mas não deu. Com os jogos vamos melhorando", começou por dizer o técnico dos leões.

Com que sensação sai daqui com as estreias de Matheus Nunes e Eduardo Quaresma

"Estiveram muito bem. É um jogo difícil para entrarem… por serem as estreias. O Matheus sofreu um pouco mais, também porque jogava contra três jogadores no meio e é preciso ‘estaleca’. O Quaresma esteve mais tranquilo, fez um excelente jogo. Estou contente com todos."

Porque que motivo não lançou Pedro Mendes e Borja

"Pensei colocar o Cris porque senti o Acuña muito cansado. Mas o Acunã dá sempre bons cruzamentos e pensei que fosse importante mantê-lo. Senti também que os centras do V. Guimarães estavam a sofrer com as diagonais do Jovane e do Plata, mais do que meter lá um avançado estático. Quis manter, e penso que os jogadores não perceberam, é que entraríamos melhor com a bola controlada, do que cruzar a bola para lutarmos com dois centrais muito altos, que sofrem na velocidade, mas não no confronto direto. Sei que parece estranho fazer duas substituições numa altura em que discutimos a implementação das cinco, mas é a maneira de eu entender o jogo. Se parássemos o jogo íamos prejudicar-nos."

Rúben Amorim: «Mattheus Oliveira tem estado bem nos treinos e conhecia a casa...»
Matheus Oliveira

"Durante as semanas de trabalho fomos vendo os sinais. Depois houve lesões que não contávamos, mas escolhi os melhores para este jogo. Com trabalho tudo é possível. No Sporting, quero toda a gente a acreditar. Escolhi os melhores para este jogo. O Matheus também conhecia este estádio… podia ser importante."

Ausência dos adeptos e resposta de ambas as equipas?

"Os adeptos têm que voltar em segurança, mas acho que há maneira de eles voltarem. Algo que vai melhorar o jogo em si. O jogo foi bom, foi partido e teve muitas oportunidades. Tivemos várias oportunidades em que decidimos muito mal, mas foi um excelente jogo. As pessoas devem estar felizes… os sportinguistas não muito. Mas gostei da minha equipa. A ideia começa a estar lá e isso é o mais importante."

Equilíbrio até ao final do campeonato?

"Na semana antes de terminar o campeonato o FC Porto e o Benfica empataram. Mesmo as equipas pequenas preparam bem os jogos. Toda a gente vai melhorar. É importante trazer o público e voltarmos à normalidades. Daqui a cinco jornadas vamos estar mais no ponto", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
15
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0