Seis factos e números sobre Coentrão

Os pormenores desde que chegou a Alvalade

• Foto: Lusa

Por fim, leão. O Sporting garantiu a cedência, por um ano, de Fábio Coentrão junto do Real Madrid. O negócio foi oficializado a 5 de julho, selando-se assim a chegada do lateral ao clube do coração.

Irregular. Após uma época de pouca competição nos merengues, Coentrão apresentou dificuldades físicas evidentes no arranque de 17/18. Nos primeiros 10 jogos a titular, foi substituído... em oito – exceção feita às deslocações aos terreno de Steaua (Champions) e Moreirense (Liga).

Metamorfose. Em meses recentes, o panorama mudou radicalmente de figura. Nos últimos sete jogos a titular, cumpriu em todos os 90’; pelo meio, foi suplente utilizado com o Barcelona, em Camp Nou, na Champions.

Comparação. O tempo de utilização (1.462 minutos) de leão ao peito é já quase cinco vezes superior aos seus números na época passada, então no Real Madrid (296’).

Incisivo. A recuperação dos índices físicos permite-lhe envolver-se com maior preponderância no ataque verde e branco. Devido a isso, soma até à data duas assistências: em Guimarães (5-0), para o bis de Bas Dost; em Paços de Ferreira (2-1), para o golo de Gelson Martins.

Sonho. Já marcou ao serviço do Rio Ave, Nacional, Benfica, Real Madrid e Monaco. Pelos leões, não demorou a deixar essa marca: foi a 9 de dezembro, no Bessa, o primeiro golo pelo Sporting. Então, abriu caminho para a vitória por 3-1.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.