Sessão do julgamento que opõe Sporting ao Benfica adiada para abril

Leões processaram as águias pelos 360 mil euros pagos após um incêndio no Estádio da Luz em 2011

Incêndio nas bancadas do Estádio da Luz num jogo entre as duas equipas a 26 de novembro de 2011
Incêndio nas bancadas do Estádio da Luz num jogo entre as duas equipas a 26 de novembro de 2011 • Foto: Miguel Barreira

A 3ª sessão do julgamento que opõe o Sporting ao Benfica, devido a um incêndio nas bancadas do Estádio da Luz, num jogo entre as duas equipas a 26 de novembro de 2011, arrancou esta quinta-feira no Juízo Local Cível de Lisboa, mas acabou por ser adiada para abril.

A decisão deveu-se ao facto de as duas testemunhas arroladas no processo, nomeadamente os agentes da PSP Sérgio Soares e Francisco Campos, não terem comparecido em tribunal. Por esse motivo, a sessão foi remarcada para dia 15 de abril, pelas 14 horas.

Na origem do processo, recorde-se, está a tentativa de o Sporting reverter uma decisão da justiça desportiva (CD e CJ da FPF) que, em 2013, condenou o clube de Alvalade a indemnizar o rival em 360 mil euros por estragos no recinto, após um incêndio na 'gaiola' onde estavam os adeptos afetos aos leões, no topo norte do Estádio da Luz, que destruiu 556 cadeiras. 

O Sporting pagou os 360 mil euros determinados pela justiça, mas em 2015 avançou com um processo no Tribunal Judicial de Lisboa por entender que a fatura deverá ser dividida com o Benfica, na qualidade de coorganizados do jogo.

Por Ricardo Granada
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.