Silas confirma saída do Sporting

Treinador disse que a decisão foi tomada sexta-feira

A carregar o vídeo ...
Silas: «A história do Sporting exige muito mais do que isto»

Silas confirmou esta terça-feira, pouco depois da derrota em Famalicão, a saída do comando técnico do Sporting. Em conferência de imprensa, o agora ex-treinador dos leões assumiu que a decisão tinha sido tomada após o desaire sofrido na Turquia, na quinta-feira, e que nesse momento já não haveria volta a dar.

"Quero pedir desculpa aos sócios e adeptos do Sporting, porque o Sporting e a sua história exigem muito mais do que isto. Quero também dizer que este é o meu último jogo no Sporting. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ter a chance de aprender coisas que nunca iria aprender. É uma decisão mais do que pensada, que começou a ser pensada após o jogo da Turquia e que foi tomada na sexta-feira, sem volta atrás. Foi tomada por várias razões que não vou enumerar. Foi um orgulho representar o Sporting. Acho que realmente numa ou outra situação poderíamos ter feito mais, acho que todos o podíamos ter feito. Esta decisão baseia-se no pensar no Sporting, pois o clube tem de pensar na próxima temporada, para não voltar a ter os dissabores que teve nesta. O mais natural é sairmos e o Sporting pensar noutro treinador, que comece já a trabalhar com os jogadores e a sua ideia. O soberano aqui é o melhor do Sporting", declarou em conferência de imprensa.

Na mesma declaração, Silas deixou claro que deixa os leões com a sensação de que sempre teve apoio da direção. "Não me lembro de ter pensado nisso, de ter ficado ou sair antes do jogo da Turquia. Não acho que a direção tenha feito algo de mal. Não é por isso que saio. Saio porque entendo que realmente tenho ideias. Tenho pelo prazer de treinar e se não estou bem num sítio entendo que devo mudar, tal como o Sporting o pode fazer. A minha relação com presidente e Hugo é muito honesta e leal. Não nos andámos a enganar. Gostamos muito do Sporting. Nunca queremos perder um jogo, mas às vezes perdemos. Não acho que seja essa a razão da minha saída. Acho que quando chegamos as coisas estavam bem pior. Houve evolução na equipa, acho que poderá até evoluir ainda mais, mas por esta e outra razão não foi possível", frisou.

"Acho que [os jogadores] querem ganhar também, só que às vezes isso não chega. Acho que têm responsabilidades, como eu tenho. O Sporting precisa de mais do que todos nós demos", finalizou.

38
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0