Silas garante Sporting à sua imagem no jogo da Taça e sublinha qualidade do Alverca

Treinador aponta jogo da prova-rainha e recorda também "vida de lorde" de quando era jogador

• Foto: Sporting CP

O Sporting defronta na quinta-feira o Alverca em jogo da Taça de Portugal (20H45), adversário a quem Silas reconhece grande qualidade. Em entrevista à Sporting TV, o técnico falou ainda da "falta de tempo" que contrasta com a "vida de lorde" que levava enquanto jogador.

A maior preocupação, o trabalho defensivo?
 Preocupámo-nos bastante com isso e em criar alguns automatismos que nós acreditamos que nos vão dar consistência defensiva, automatismos que já usámos na nossa carreira e que nos deram bons resultados, e então procurámos passar algumas ideias para não sofrermos tantos golos. A nossa ideia é uma ideia muito ofensiva, mas não queremos sofrer golos, e queremos ter uma das melhores defesas do campeonato pois isso também dá muita estabilidade. Um 0-0 não é a mesma coisa que estarmos a perder 0-1, e muitas vezes um golo sofrido deita-nos muito abaixo. Como já disse temos uma ideia de jogo muito ofensiva e vamos chegar com muita gente à frente e com muita bola, mas quando não tivermos a bola temos de defender bem e ainda vamos ter que melhorar muito.

Amanhã, na Taça de Portugal, já há equipa à imagem de Silas? Sim, mas vamos defrontar um grande adversário. Eu já os conheço, já os defrontei num jogo-treino, conheço muitos jogadores deles, o treinador é um bom treinador, e eles coletivamente são muito fortes, têm bons valores individuais que rapidamente se vão ver em ligas superiores, e não vai ser um jogo fácil. Ainda bem que tivemos este tempo para trabalhar porque o Alverca tem um nível superior à competição em que está neste momento. Sem ver todas as equipas está é uma das mais fortes do Campeonato de Portugal. Vamos ter que estar a um nível bom e preocuparmo-nos com partes defensivas e partes ofensivas, com tudo aquilo que é o jogo. Se tivesse duas semanas melhor ainda… foram quase duas mas se fossem duas com todos os jogadores melhor. Já não foi mau ter este tempo para trabalhar.

As suas ideias têm em conta as características dos jogadores ou o sistema? É mais a ideia. A ideia é podermos atacar e ter mais tempo de posse bola pois se a tivermos não nos fazem golo, e criar situações. Há vários sistemas que eu gosto, na realidade gosto de quase todos tirando um ou dois que já não gostava como jogador, mas gosto de quase todos. O que me preocupa é olhar para os jogadores que tenho e ver se posso utilizar certo sistema... O foco é o jogador e o adversário, tenho que pensar se o sistema serve para este adversário pois há adversários que penso este sistema é o ideal e temos de ver se podemos ou não fazê-lo. Para já temos de nos consolidar num sistema e a partir dai, quando dominarmos esse sistema e alguns movimentos que estamos a trabalhar, podemos meter variantes. Eu acho que aqui é capaz de ser mais fácil até.

O Sporting vai jogar no risco a sair de trás a jogar? Sim, vai ser possível e vamos ver muitas vezes. Precisamos de trabalho, no Belenenses tivemos duas pré-temporadas, os jogadores do Belenenses já estavam connosco desde o primeiro dia, aqui não tivemos esse tempo. Quando o tivemos muitos jogadores foram para as seleções, no Belenenses não tivemos esse problema, tínhamos praticamente todos excluído um ou outro que ia à seleção, e tivemos muito tempo para trabalhar. Depois era jogo de domingo a domingo, ou quase sempre, tínhamos no mínimo seis dias para trabalhar e aqui não… Aqui temos um ou dois dias, depois há muita recuperação, e não podemos fazer algumas coisas que queríamos como no Belenenses em que tínhamos semanas completas, e dava para trabalhar muito mais. Aqui precisávamos de uma pré-temporada, mas depois temos jogadores que a nível técnico são superiores e assim ganhamos tempo.

Modalidades que acompanha: O futsal, estou muito ligado ao futebol, naturalmente. Eu gostava muito de jogar e, quando era miúdo, até gostava mais de jogar futsal que futebol. Gosto muito hóquei, lembro-me que ia para a nave do antigo estádio ver os treinos pois eles treinavam antes de nós. Também gosto muito de desportos coletivos pois são muito bons para os jovens, é aquilo que mais gosto, vólei, basquete, hóquei… Sou muito mais virado para o desporto coletivo que o individual embora perceba que no desporto individual há uma capacidade de sacrifício ainda maior. Gosto de râguebi, muito mais do que de futebol americano, e acho que temos que aprender com a modalidade. Vejo um pouco de tudo, mas aquela que estou mais próximo é o futsal.

Saía dos treinos para jogar futsal. É verdade? Era a paixão. Eu queria era jogar e para mim o futsal era um complemento pois a nível técnico dava uma capacidade enorme que depois aproveitava e tirava partido no futebol. É verdade, eu passava o dia todo a jogar futsal ou futebol, não havia um dia em que não jogasse, por isso muitas vezes acabava o treino no Atlético e ia a correr jogar na minha equipa do bairro em futsal, e ao contrário também era verdade. Gostava muito, eram duas coisas gostava de fazer e tinham muitos amigos que gostavam do mesmo que eu.

Vai ao Pavilhão? Temos muito pouco tempo. Quando era futebolista nunca imaginei que tivesse tão pouco tempo enquanto treinador. Como futebolista tinha uma vida de lorde. Treinava uma hora e pouco e ia para casa, se quisesse ia ver um jogo ou outro, mas agora há muito pouco tempo. Depois há a família e eu tenho dois filhos que tenho de acompanhar e também jogam, e eu sei o que sentia quando o meu pai me acompanhava portanto…Naturalmente irei uma ou outra vez, mas não tenho tempo suficiente para acompanhar tudo. Às vezes queremos fazer tudo mas não é possível pois ser treinador toma-nos muito tempo, há imensa coisa para fazer apesar das ajudas que temos. Eu sou muito assim… Temos um departamento de análise muito bom, mas eu tenho de analisar também. Os meus ajudantes e colegas são muito bons, mas eu tenho de ver também porque gosto de controlar essas situações e ver tudo o que podemos fazer.

Por João Soares Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.