Sporting despede Marcel Keizer

Rescisão amigável negociada com o treinador

O Sporting despediu Marcel Keizer esta terça-feira. Leonel Pontes, atual técnico dos sub-23 leoninos, assume o cargo de treinador interino, apurou Record. A SAD leonina está a negociar a rescisão amigável com o treinador holandês, de 50 anos.

A decisão foi tomada após uma reunião esta manhã em Alvalade.

O holandês tinha contrato com o Sporting até 30 de junho 2021, mas não chegou a completar um ano no clube, ao qual chegou em novembro de 2018, sucedendo a Tiago Fernandes que comandava interinamente a equipa, depois de presidente Frederico Varandas ter despedido José Peseiro. Em 2018/19, o técnico conquistou dois troféus, a Taça da Liga e a Taça de Portugal.
 
Tal como Record noticiou segunda-feira, eram vários os elementos da direção leonina que estavam descontentes com o trabalho do técnico holandês e até ontem só Frederico Varandas segurava o treinador. 

A derrota com o Rio Ave aumentou a pressão sobre Marcel Keizer, que foi o principal alvo da contestação dos adeptos no final do jogo. Quando pareciam estar criadas condições para o Sporting iniciar a recuperação, na liderança da Liga e antes de uma paragem para as seleções, o desaire com o Rio Ave despertou de novo a insatisfação da bancada, agora com mais força, ao ponto de terem sido mostrados os primeiros lenços brancos.

No jogo com o Rio Ave, Marcel Keizer fez apenas duas substituições: a primeira aos 79 minutos, quando trocou Vietto por Borja, e a segunda nos descontos, quando os vila-condenses já estavam a vencer por 3-2, ao lançar Gonzalo Plata para a vaga de Acuña. A demora em reagir no banco foi uma das principais críticas a Keizer, aliás como acontecera na goleada perante o Benfica.
 
Keizer foi muito questionado depois da goleada imposta pelo Benfica na Supertaça, quando recorreu a um esquema de três defesas sem o ter testado nos jogos de preparação. Aliás, o facto de a equipa ter terminado a pré-época sem qualquer vitória já tinha sido motivo de críticas e dúvidas, nomeadamente pela dificuldade do holandês em encaixar Vietto no onze. Seguiu-se um empate com o Marítimo, que não aliviou o ambiente, mas as vitórias sobre o Sp. Braga e o Portimonense, neste caso com os primeiros sinais de bom futebol, permitiram finalmente restabelecer o ânimo, só ameaçado pela saída de Bas Dost.

Por Record
90
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.